Publicidade

Candidatos reclamam do nível das provas do concurso da polícia civil

Para alguns concurseiros, a instituição cometeu muitos erros de ortografia e digitação.

Violência

Violência - Foto: Ilustração

Candidatos que fizeram a prova do concurso da polícia civil do Piauí realizado na manhã de ontem (20) reclamam da organização do Núcleo de Concurso e Promoção de Eventos (NUCEPE). Para alguns concurseiros, a instituição cometeu muitos erros de ortografia e digitação.

O analista de sistema do Tribunal de Justiça, Eduardo Aguiar, está concorrendo a uma das vagas para o cargo de perito criminal em tecnologia da informação e se diz prejudicado.

“ Já fiz várias provas feitas pela NUCEPE,  eles são bastante competentes, mas infelizmente no certame da polícia civil, eles cometeram erros primários de digitação e de ortografia. Havia questões com alternativas de B a F, sendo que o cartão de resposta tinha assertivas da letra A a E.  Só tenho a lamentar todos esses erros, porque isso prejudica quem, como eu estudou para o concurso”, desabafa o analista.

Para Eduardo, as pessoas que não tiveram a mesma preparação serão beneficiadas, pois várias questões devem ser anuladas.

NUCEPE sobre o caso

O presidente da NUCEPE, Jorge Martins, disse em entrevista ao Portal da Clube, que desconhece as reclamações citadas a cima, já que somente nesta terça-feira (22), o núcleo irá divulgar as provas e o gabarito preliminar.

“ O certame foi tranqüilo, apenas 18% das pessoas faltaram ao certame, também não houve nenhum caso de tentativa de fraude. Para que se sentiu prejudicado por alguma questão mal elaborada nossa recomendação é que entre com recurso, assim que o gabarito preliminar seja divulgado”, falou o presidente.

Cerca de 6 400 candidatos concorreram a 109 vagas para reserva para agentes de polícia, técnico e superior, escrivão, peritos criminal, médico, odonto-legal e papiloscopista. Os cargos são de nível médio e superior. Os salários vão de R$ 574,34 a R$ 3.756,60.
O resultado final do concurso deve ser divulgado nos meses de junho, para técnicos, em julho para peritos e em novembro para médico, odonto-legal e papiloscopista.

Fonte: PortaldaClube

Pin It

DEIXE UM COMENTÁRIO


::Mais Notícias de Cotidiano


  • 29/05/2015 - Família procura cão desaparecido e oferece recompensa
  • 29/05/2015 - Rejane Dias participa de encontro com gestores da educação em Picos
  • 28/05/2015 - Secretaria de Saúde realiza pré-conferências em Picos‏
  • 28/05/2015 - Equipe do HRJL visita HUT em Teresina para troca de experiência
  • 28/05/2015 - Pastor natural de Alagoinha do Piauí é vítima de escândalo nacional
  • 28/05/2015 - Armazém Paraíba lança promoção “Liquida Tudo Paraíba”
  • 28/05/2015 - SEMAM abre inscrições para 1ª Expo Picos Ambiental
  • 28/05/2015 - Quatro adolescentes são estupradas e encontradas desacordadas em Castelo
  • 27/05/2015 - Operação Trânsito Seguro tem continuidade em Picos nesta quarta, 27
  • 27/05/2015 - Wesley Safadão irá se apresentar na Arena Picoense nesta sexta-feira, 29
  • 27/05/2015 - Semana Científica da Faculdade R. Sá é aberta com João Cláudio Moreno nesta quarta, 27
  • 27/05/2015 - Assembleia Legislativa aprova o fim do Iapep
  • 26/05/2015 - Delegados do Piauí cessam paralisação por três dias
  • 26/05/2015 - Candidatos a conselheiro tutelar de Picos já podem se inscrever
  • 25/05/2015 - Alunos do curso de formação da PM estagiam nas ruas de Picos
  • 25/05/2015 - Caso Pitoco: Polícia conclui inquérito
  • 25/05/2015 - Fiéis da Diocese de Picos participam de missão a Juazeiro do Norte
  • 25/05/2015 - Após chuvas, Corpo de Bombeiros volta a registrar focos de incêndio em Picos
  • 25/05/2015 - Delegados de Polícia Civil, Peritos Criminais e Legistas paralisam atividades no Piauí
  • 25/05/2015 - Piauienses podem parcelar dívidas com o governo a partir de hoje, 25

    NOTÍCIAS RELACIONADAS