Publicidade

Coordenação de Habitação orienta famílias que tiveram residências invadidas a ingressarem com ação conjunta

O objetivo é retirar os invasores das casas de forma imediata.

A Coordenação de Habitação do município de Picos orientou as famílias, que tiveram suas residências invadidas no Residencial Lousinho Monteiro, a ingressarem com uma ação civil pública conjunta no Ministério Público Federal. O objetivo é retirar os invasores das casas de forma imediata.

Após a ação ser ingressada, o Ministério Público irá expedir uma ordem judicial para a reintegração de posse das famílias. “As punições quem vai dizer é o Ministério Público Federal. A lei diz que é de 1 a 3 anos de detenção e multa, mas não é a coordenação que vai dizer a condenação dessas pessoas, isso é um papel do Ministério Público”, disse a coordenadora de Habitação, Cláudia Mônica. 

Casas do Residencial Lousinho Monteiro – Foto: Romário Mendes

Cláudia declarou ainda que a coordenação está dando total apoio as famílias para que elas retomam os seus imóveis.

Pin It

DEIXE UM COMENTÁRIO