Publicidade

Médicos paralisam atendimento e consultas são remarcadas no Piauí

Sindicato da categoria reivindica aumento de piso salarial, realização de concursos e otimização nos atendimentos do SUS.

Os médicos da rede pública estadual paralisaram os serviços de atendimento durante esta terça-feira (17) no Piauí. Entre as reivindicações estão: aumento do piso salarial e a realização de novos concursos púbicos. Por conta do movimento, as consultas marcadas para hoje foram reagendadas.

Os profissionais também requerem melhores condições de trabalho e a otimização do atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo o Sindicato dos Médicos do Piauí (Simepi), a implantação de ponto eletrônico nos hospitais é ilegal, pois não respeita as leis trabalhistas e viola as especificidades do trabalho médico.

Simepi

Médicos em assembleia – Foto: Cidadeverde

Por conta da manifestação, o Hospital Getúlio Vargas (HGV) reagendou as consultas que estavam marcadas para hoje, agora os pacientes receberão atendimento no dia 31 de outubro.

Muitos pacientes chegaram cedo ao HGV e ficaram revoltados com a paralisação. O marceneiro Wilson Ferreira tem problemas de trombose e se consultaria nesta terça-feira para examinar a perna que tem causado incômodos.

“Eu chego hoje aí vou esperar não sei mais quantos dias? Por que não avisaram? Já esperei mais de 15 dias. É a maior luta para falar com o médico, cheguei hoje cedinho e está marcado para outro dia. Mas por quê?”, questionou.

Esta é a segunda paralisação dos médicos nos últimos 11 dias, durante a primeira mobilização da categoria, os serviços do Hospital infantil não foi afetado, todavia não foi informado se o atendimento permanece normal nesta terça-feira (17), mas há risco dos atendimentos na unidade de saúde serem prejudicados já que no Hospital Infantil cada médico atende 16 pessoas por dia.

O Conselho Regional de Medicina informou, em nota, que valoriza e respeita a interação entre os profissionais, mas lamenta manifestações individuais que vão contra essa relação entre médicos. A reportagem tentou entrar em contato com a Secretaria estadual de Saúde mas não obteve resposta.

G1 Piauí

Pin It

DEIXE UM COMENTÁRIO


::Mais Notícias de Cotidiano


  • 24/11/2017 - Casos de chikungunya no Piauí chegam a mais de 6 mil registros
  • 24/11/2017 - Detran leiloa veículos em Picos, Floriano, Teresina e Parnaíba
  • 24/11/2017 - Anatel bloqueará celulares piratas a partir de maio
  • 22/11/2017 - SW4 que colidiu com caminhão na BR 316 ficou destruída; veja fotos
  • 22/11/2017 - Campus da UESPI em Picos realiza III Encontro de Letras Português
  • 22/11/2017 - Colisão entre caminhão e SW4 deixa 5 mortos na BR-316
  • 22/11/2017 - Governo garante o pagamento de novembro, dezembro e o 13º
  • 21/11/2017 - Renault faz recall de todos os Kwid vendidos desde o lançamento
  • 21/11/2017 - Sensus Pesquisas e Publicidade: Consumidores de Picos elegem as melhores Marcas e Talentos de 2017
  • 20/11/2017 - Armazém Paraíba de Picos faz Black Week com até 70%
  • 20/11/2017 - Nucepe divulga gabarito oficial e prova do concurso do Corpo de Bombeiros
  • 19/11/2017 - Feriado em dia útil pode ser transferido para sábado
  • 19/11/2017 - Governador inaugura obras na região de Picos
  • 19/11/2017 - Confira os locais de prova da 1ª Fase do Exame da OAB deste domingo
  • 19/11/2017 - 2018: dos 14 feriados, 6 caem em quintas ou terças-feira
  • 19/11/2017 - Com salários de até R$ 6,4 mil, Exército abre contratações no Piauí; vagas em Picos
  • 17/11/2017 - Futuro das empresas familiares será tema de fórum no Piau
  • 16/11/2017 - 9º Salão do Livro do Valença do Piauí foi aberto nesta quarta.
  • 16/11/2017 - População do PI poderá denunciar roubo de celular através de aplicativo
  • 16/11/2017 - Receita paga hoje o sexto lote de restituição do Imposto de Renda 2017

    NOTÍCIAS RELACIONADAS