Publicidade

Picoense morre após ter corpo incendiado por companheiro no PE

O acusado foi preso no mesmo dia que cometeu o crime, pela a polícia de Marcolândia.

Na madrugada dessa quarta-feira (28), uma mulher identificada como Maria Luísa dos Santos Silva, de 33 anos, faleceu no hospital de Ouricuri-PE, após ter passado quase um mês internada com queimaduras graves. Ela teve parte do corpo incendiado pelo próprio companheiro no dia 01 de dezembro em Vila Serrana-PE, cidade que faz divisão com a cidade de Marcolândia no Piauí. 

Em entrevista, a prima da vítima, Jaqueline Figueiredo, informou que Maria Luísa teve 80% do corpo queimado. “Maria Luísa estava dormindo quando o companheiro dela jogou gasolina no corpo dela e tocou fogo. Acreditamos que ele fez isso por não aceitar a separação. Além de ‘tacar’ fogo, ele cortou a mangueira do botijão de gás. Quando ela acordou em chamas, ela tentou sair do quarto, com dificuldades ela acabou conseguindo sair. Por conta do gás, o restante da casa estava empestada, e isso contribuiu para o aumento do fogo”, disse.

Nova Serrana - Pernambuco

Nova Serrana – Pernambuco

De acordo com informações do tenente De Assis, da Polícia Militar de Marcolândia, o acusado foi preso no mesmo dia do crime. “Os primeiros socorros que ela recebeu foi pela Polícia Militar do Piauí, acionamos o Corpo de Bombeiros de Araripina, juntamente com a polícia de lá”, informou.

[sociallocker id=138866][/sociallocker]

A família de Maria Luísa reside na cidade de Picos, especificamente no centro do município. A vítima tinha quatro filhos, e o mais velho tem apenas 15 anos. Conforme informações repassadas pela família, Luísa passou quase um mês da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), e estava apresentando melhoras, inclusive começando a falar, porém nessa madrugada ela passou mal e acabou falecendo.

O velório de Maria Luísa dos Santos Silva foi realizado nessa tarde, e às 17h ela foi enterrada, na cidade de origem, em Picos-PI.

Fonte: Gp1

Pin It

DEIXE UM COMENTÁRIO


::Mais Notícias de Polícia


  • 18/10/2017 - Força Tática desarticula esquema de venda de drogas em Paulistana
  • 17/10/2017 - Picoense acusado de pistolagem é preso no Maranhão
  • 17/10/2017 - Homem é encontrado morto na zona rural de Acauã
  • 17/10/2017 - Jovem mata namorada com furadeira por causa de mensagens do WhatsApp
  • 16/10/2017 - Feriadão termina com 19 acidentes em rodoviais no Piauí
  • 16/10/2017 - Cuidado: Polícia descobre novo dispositivo de destravar carro usando controle remoto
  • 16/10/2017 - Motociclista tenta ultrapassagem, colide em carro e moto Suzuki parte ao meio
  • 16/10/2017 - Sexta-feira 13 tem cinco assassinatos no Piauí; dois na região de Picos
  • 13/10/2017 - Casal é executado a tiros dentro de casa em Caldeirão Grande
  • 13/10/2017 - Policial militar é acusado de agredir três crianças no Piauí
  • 11/10/2017 - Mulher espanca amante do marido após flagrá-los juntos em Inhuma
  • 11/10/2017 - Motociclista que atropelou e matou idoso no Junco não quis fazer o teste do bafômetro
  • 11/10/2017 - Sinpolpi denuncia irregularidades na delegacia de Picos
  • 11/10/2017 - Homem é preso com munições e cocaína em Picos
  • 10/10/2017 - Em Santo Antônio de Lisboa, homem é preso após tentar agarrar mulher a força
  • 10/10/2017 - PM desarticula ponto de venda de drogas no bairro Morada Nova
  • 10/10/2017 - Polícia Civil prende estelionatário acusado de lesar dezenas de comerciantes em Pio IX
  • 09/10/2017 - Carreta tomba em ‘Fátima do Piauí’ e populares saqueiam carga
  • 09/10/2017 - Bandidos furtam caminhonete de agricultor de Monsenhor Hipólito
  • 09/10/2017 - Mulher tem celular roubado em casa lotérica em Picos
  • 09/10/2017 - Motociclista atropela e mata idoso no bairro Junco
  • 08/10/2017 - Delegado geral faz divisão de atribuições das delegacias em Picos
  • 08/10/2017 - Identificado corpo encontrado carbonizado próximo a Passarela de Picos
  • 08/10/2017 - Em Picos e macrorregião, 4 homicídios são registrados nas últimas horas
  • 06/10/2017 - Sem combustível delegacia de Picos deixa de solucionar crimes, diz delegado