ad16
AutoPECASonline24.pt
Eleições 2016GeralPolíticaTodas as Notícias

2º turno: Solidariedade abandona Aécio Neves e apoiará Dilma

Presidente do partido, Mainha-Foto: Jornal O Dia
Presidente do partido, Mainha-Foto: Jornal O Dia

O presidente do Diretório Estadual do Partido Solidariedade (SDD), Mainha, anunciou sua decisão de apoiar, no segundo turno, a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Nacionalmente, o SD defende a candidatura do tucano Aécio Neves (PSDB). Já a direção estadual do partido decidiu, ainda na campanha de primeiro turno, trabalhar pela eleição de Wellington Dias (PT) no Piauí e ao mesmo tempo defender o nome de Aécio para presidente.

No entanto, passado o primeiro turno e com a vitória de Wellington no Estado, Mainha afirma que passará a apoiar a eleição do PT em nível nacional. De acordo com ele, será mais fácil para Wellington, enquanto governador, ter um presidente da Republica do mesmo partido. “No primeiro turno eu votei no Aécio Neves e o Wellington Dias nunca me pediu para votar na Dilma. Ele sempre respeitou nosso posicionamento. Mas, se formos refletir, o Piauí mais do que nunca precisará do Governo Federal e é natural que com a Dilma presidente, o senador Wellington vai ter mais facilidade de conseguir o que for necessário para o Piauí”, declarou.

Mainha explica ainda que, caso decidisse manter o apoio ao candidato Aécio neves, teria que aliar-se a alguns políticos no Piauí a quem fez oposição na campanha de primeiro turno, como o governador Zé Filho (PMDB) e o ex-prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, que foram derrotados por Wellington na eleição estadual. Ele afirma que não se sentiria à vontade com essas alianças. “Eu não ficaria à vontade de estar no palanque com o grupo que fiz oposição no primeiro turno. É uma coerência nossa de estar ao lado do Wellington Dias na hora que ele precisa”, argumentou.

Até o mês de setembro do ano passado, Mainha presidiu o partido Democratas (DEM) no Piauí, uma das principais legendas de oposição ao Partido dos Trabalhadores (PT) tanto em nível nacional, quanto estadual. Em outubro de 2013, ele ajudou a criar o Solidariedade no Estado, o que garantiu uma aproximação com o PT em nível estadual. Mainha foi candidato a deputado federal e obteve 30.419 votos, ocupando a vaga de terceiro suplente na coligação ‘A Vitória com a Força do Povo’, que foi encabeçada pelo petista Wellington Dias.

Por: Karliete Nunes – Jornal O Dia

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade