ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesTodas as Notícias

316 é a BR que mais mata no Piauí, revela pesquisa CNT

Somente em 2020 foram 46 vidas perdidas na rodovia.

A BR-316 é a rodovia que mais mata no Piauí, segundo o Painel de acidentes rodoviários divulgado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Somente em 2020 foram 46 vidas perdidas na rodovia.

O levantamento também mostra que a rodovia com o maior número de acidentes no Estado em 2020 foi a BR-343, onde foram contabilizados um total de 396 acidentes com vítimas. 

Acidente na BR 316

Ainda de acordo com a CNT, o Piauí registrou em 2020 uma queda de cerca de 10% em relação ao número de acidentes nas rodovias federais. No ano passado foram 1200 acidentes, enquanto em 2019 foram registrados 1346 acidentes nas rodovias que cortam o Estado. 

Apesar da redução no quantitativo de acidentes, o levantamento mostra que o número de mortes nas rodovias federais voltou a crescer em 2020. Foram 159 mortes no ano passado, enquanto em 2019  apenas 149 pessoas morreram em decorrência de acidentes nas rodovias federais que cortam o Piauí. 

Os homens representam 82,4% das mortes registradas nas rodovias federais do Piauí em 2020. Das 159 mortes registradas, 131 eram de pessoas do sexo masculino e 28 do sexo feminino.  

Ainda de acordo com a CNT, o tipo mais frequente de acidentes com vítimas é a colisão. Foram 581 ocorrências (60,2% do total) em 2020.

Automóvel foi o tipo de veículo mais envolvido em acidentes com vítimas em 2020 (38,9% do total), seguido das Motos (38,8%) e dos caminhões (15,7%).

O custo anual estimado dos acidentes ocorridos em rodovias federais no Piauí chegou a R$ 231,82 milhões em 2020, de acordo com o levantamento da CNT. 

PRF contesta os dados
 
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) contesta os dados apresentados pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). 

“A PRF informa que esses números estão equivocados. A PRF é a única instituição que tem propriedade e autoridade no assunto para fazer análise de dados de acidentes em rodovias federais, tendo em vista que a instituição é capaz de proceder com análises através de sistemas de pontos críticos e de índices de acidentalidade”, informou o inspetor Alexsandro Lima, relações públicas da Superintendência da Polícia Rodoviária Federal no Piauí.

Ainda de acordo com o inspetor, a Polícia Rodoviária Federal deve divulgar nos próximos dias o balanço de acidentes e de ações realizadas ao longo do ano de 2020.

Fonte: Natanael Souza/ Cidade Verde

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade