ad16
CidadeDestaquesGeralPolícia

4º BPM e Delegacia Regional fecham cerco a criminalidade em Picos

[ad#336×280]Pelo menos 50 bocas de fumo foram mapeadas pelo serviço de inteligência da Polícia Militar nos últimos meses sob o comando do coronel Wagner Torres. A PM de Picos contou também com o serviço de denúncia on-line que ajudou no diagnóstico dos pontos de comercialização. A meta é prender todas as pessoas que vivem do tráfico em Picos.

Os trabalhos de investigação estão realizados pela Polícia Civil com o apoio do serviço de inteligência da PM que já fez o mapa da droga na cidade de Picos. Várias pessoas suspeitas de envolvimento como essa prática delituosa estão sendo monitoradas e poderão ser presas a qualquer momento conforme os requisitos exigidos pela lei do tráfico.

Coronel Wagner Torres e o delegado Tales Gomes
Coronel Wagner Torres e o delegado Tales Gomes

O comandante Wagner Torres afirma que em Picos não há espaço para bandidos, pois a polícia militar está trabalhando ostensivamente para coibir a bandidagem. O trabalho vem fortalecendo uma parceria importante desde a forma preventiva à investigativa, alinhando Polícia Civil e Polícia Militar para prender traficantes e criminosos.

“A sociedade pode ter certeza que serão dadas as respostas aos crimes. O delegado especial  Tales Gomes com sua equipe está fazendo um bom trabalho de investigação. Faltava realmente estrutura mas aos poucos vai chegando. A Polícia Militar tem se desdobrado para coibir ostensivamente o crime na cidade de Picos, a presença de nossas viaturas é constante fazendo rondas nos pontos mais críticos. Nós estamos no segundo maior entroncamento do Nordeste e que facilita o surgimento e ocorrências de crimes. Nossa equipe está à disposição da Civil para prestar auxílio que for necessário. Essa parceria entre PM e Civil está dando resultados positivos e vai continuar”, disse Wagner Torres.

Ele ainda alertou que o bandido que não quiser ser preso , pode mudar de Picos, pois a qualquer momento a equipe da Polícia Civil com a Polícia Militar pode fechar e prender em flagrante aqueles que lucram com a desgraça do outro.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade