ad16
AutoPECASonline24.pt
Geral

75% das mortes nas estradas do Piauí acontecem em retas, aponta PRF

O ano de 2011 já pode ser considerado mais violento, nas rodovias federais do Piauí, do que o ano passado, no período de janeiro a setembro. A quantidade de acidentes saltou de 1874 para 2134. Ao contrário do que se costuma pensar, 75% das mortes acontecem nas retas, onde ficam evidentes as principais causas de acidentes, que são a falta de atenção domotorista e o excesso de velocidade. Apresenta-se, então, o tipo mais comum de acidente e o que causa mais mortes: a colisão frontal.

Acidente de Trânsito
Acidente de Trânsito

De acordo com o Relatório do Perfil de Acidentes produzido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com relação ao primeiro período de 2011, as causas dos acidentes, principalmente desatenção por parte docondutor e alta velocidade, foram responsáveis, respectivamente, por 31 e 9 mortes nas estradas Federais do Piauí.

A colisão frontal foi o tipo de acidente mais comum, responsável por 33 mortes durante o período. A PRF divulgou que de um total de 53 acidentes com colisão frontal, resultaram 33 mortes. Nos acidentes com colisão traseira, de 331, foram geradas 9 mortes. Na última semana, dois caminhões, um deles transportando uma carga de granito do sul do estado para Teresina, colidiram frontalmente em uma das rodovias do estado.

O estado do Piauí é cortado por nove BRs, identificadas por 020, 135, 222, 230, 316, 343, 402,404 e 407. As BRs 316 e 343 foram as que apresentaram maiores quantidades de acidentes, 73% do total, com destaque para as regiões de Teresina e Picos, municípios pelos quais passam as referidas rodovias. Em Teresina, de janeiro a junho de 2011, foram 42 mortes, de um total de 103, em todo o Piauí.

Quanto às ações de contenção de acidentes, a Polícia Rodoviária Federal tem intensificado as ficalizações e os investimentos em educação para o trânsito. Durante o primeiro semestre, mais de 33 mil multas foram distribuídas, principalmente, devido ao excesso de velocidade, responsável por 13.268, do total.

Fonte: Jornal O DIA

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade