ad16
AutoPECASonline24.pt
GeralTodas as Notícias

78% das águas de Picos e mais três municípios da região estão impróprias para o consumo humano “quando não tratadas”, aponta Cetem

O centro de Tecnologia Mineral CETEM/MCTI), em seu campus avançado de Teresina-PI, tem como meta o desenvolvimento de tecnologias para o uso sustentável dos recursos minerais do Estado, com foco na inovação tecnológica.

Com o projeto de qualificar as águas subterrâneas quanto à sua composição química, à presença de contaminantes inorgânicos e biológicos e quanto às propriedades organolépticas.

Gráfico
Gráfico

Para tal estudo foram coletadas amostras de água subterrânea em 48 poços públicos de uso doméstico e ainda 2 amostras de água superficial, assim distribuídos: 16 poços e 1 amostra de água superficial em Picos-PI, 13 poços em São José do Piauí-P, 10 poços e 1 amostra de água superficial em Bocaina-PI e 9 poços na cidade de Francisco Santos-PI.

Foram realizadas análises microbiológicas para a avaliar as condições de potabilidade por meio da avaliação da contaminação fecal e das condições higiênico-sanitárias das águas dos poços amostrados.

Os resultados indicaram que a maioria das águas estão improprias ao consumo humano “quando não tratadas”, sendo que das 50 amostras avaliadas apenas 11 (22%) se mostraram mesmo sem tratamento, em acordo com a legislação brasileira, foram elas, EM PICOS: Valparaíso, Sede, Av. nossa Senhora de FátimaEscola Petrônio Portela, EM BOCAINA: Sede, Pov. Malhada, Lagoa do Cajueiro e Barragem (água superficial),  EM SÃO JOSÉ DO PIAUÍ: Bairro Bom Sucesso e em FRANCISCO SANTOS: Sede, Trizidela e Chupeiro.

 Ascom

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade