ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesTodas as Notícias

Acúmulo de lixo em terreno baldio revolta moradores no bairro Junco

[ad#336×280]A Rua Rui Barbosa situada no bairro Junco, nas proximidades da Igreja de São Francisco de Assis, possui ao seu entorno terrenos baldios, onde o mato e o lixo praticamente tem encoberto o local. Devido à situação, moradores se revoltaram com o “descaso” na limpeza da rua, e tem se mobilizado para custeá-la caso as autoridades competentes não tomem providências.

Um internauta enviou à redação do Portal RiachaoNet várias imagens que retratam a paisagem no local, onde o matagal tem invadido as margens da Rua Rui Barbosa, trazendo perigo as pessoas que circulam pela via principalmente à noite. É comum no período noturno que pessoas utilizem do espaço para usar drogas. O outro risco é que o lugar possa se tornar propício para prática de assaltos.

Trecho onde o matagal tem invadido a rua - Foto: Enviada por internauta
Trecho onde o matagal tem invadido a rua – Foto: Enviada por internauta

De acordo com uma moradora que não quis ser identificada, as pessoas que moram na rua e nas proximidades sofrem perigos devido a grande quantidade de lixo. “Nós que moramos na rua ficamos a mercê dos perigos ocasionados por conta do mato e também ficamos alvo de doenças que podem ser causadas por conta da grande quantidade de lixo. Por isto que fazemos este apelo para que as autoridades tomem providências”, desabafou a moradora.

Foco de incêndio no local - Foto: Internauta
Foco de incêndio no local – Foto: Internauta

Ainda na denúncia feita pelo internauta, o mesmo ressaltou que os moradores já haviam entrado em contato com as autoridades responsáveis pela limpeza pública na cidade, mas que até agora nada havia sido resolvido. Diante disto, os moradores prometem eles próprios arcarem com a limpeza nos terrenos baldios.

Sobre o problema, a nossa equipe de reportagem conversou com o coordenador da Limpeza Pública de Picos, Fernando Vasconcelos, onde este foi enfático ao declarar que a solução para o fato seria uma mudança na postura dos moradores, não jogando lixo nos terrenos.

“O carro passa no local três vezes por semana. O que acontece é que a população da cidade precisa fazer a sua parte, precisa conservar e não jogar lixo nestes terrenos.  É preciso ter uma nova postura, pois nestes terrenos baldios as pessoas costumam jogar lixo, o que não é correto” disse Fernando Vasconcelos.

IMG-20140619-WA0006

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade