ad16
DestaquesGeralPolícia

Agentes penitenciários são suspeitos de facilitar entrada de celular

Policiais civis registram apreensões feitas ainda na manhã de hoje (29) (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Uma operação da Polícia Civil deflagrada hoje investiga agentes penitenciários que estariam facilitando a entrada de telefones celulares na Penitenciária Mista de Parnaíba. Batizada de Operação Penitentes é coordenada pelo GRECO (Grupo de Repressão ao Crime Organizado).

Os policiais buscam cumprir dois mandados de prisão, três de busca e apreensão e uma condução coercitiva. Os agentes seriam ainda suspeitos de facilitar a entrada de drogas na unidade prisional. Eles podem ser acusados de crimes de corrupção ativa e passiva.

O Secretário de Segurança Fábio Abreu está em Parnaíba para dar apoio às operações. Segundo ele, o combate ao tráfico de entorpecentes visa reduzir também o número de homicídios. “É uma característica daqui: a maioria dos homicídios estão ligados ao tráfico de drogas”, comentou o secretário. Segundo ele, dos 11 homicídios que estavam sendo investigados pelas delegacias do litoral, oito já foram solucionados.

Aguarde mais informações.

Mais operações

Também em Parnaíba, a GRECO deflagra outra operação, desta vez contra o tráfico de drogas. A intenção é combater o tráfico visando o período de férias, onde a procura dos usuários seria maior. A operação, coordenada pela Delegacia Regional de Parnaíba, cumpre 13 mandados de busca e apreensão. Foram apreendidas porções de maconha, crack e cocaína, além de uma balança de precisão e dinheiro.

O delegado Eduardo Aquino, titular da recém-inaugurada Delegacia de Entorpecentes de Parnaíba, afirma que quatro pessoas já foram presas e um adolescente foi apreendido. De acordo com o delegado, o menor era um dos principais alvos da Operação. “É contumaz na venda de entorpecentes, e é fugitivo do CEM (Centro Educacional Masculino) de Parnaíba”, disse o delegado.

P ortal O Dia.com – Edição: Nayara Felizardo – Por: Andrê Nascimento

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade