GeralTodas as Notícias

Agespisa amplia capacidade de tratamento de esgoto em Picos

A Agespisa concluiu a obra de ampliação da estação de tratamento de esgotos de Picos, que fica a 308 quilômetros ao sul de Teresina. O sistema agora conta com quatro lagoas, sendo duas facultativas e duas de maturação.

Com a obra, a capacidade de tratamento de esgotos de Picos passa de 25 para 90,9 litros por segundo, o que vai possibilitar um atendimento deste serviço para os próximos 20 anos. Para isso, a Agespisa investiu R$ 4,5 milhões, com recursos do Governo Federal e contrapartida do Governo do Piauí.

Uma das quatro lagoas de tratamento do sistema de esgoto de Picos já em funcionamento na cidade-Foto:  Arquivo Agespisa
Uma das quatro lagoas de tratamento do sistema de esgoto de Picos já em funcionamento na cidade-Foto: Arquivo Agespisa

O sistema contava apenas com uma lagoa do tipo facultativa. Agora, são mais uma facultativa e duas de maturação. Estas últimas, além de ampliar a capacidade, também aprimoram a qualidade de tratamento porque eliminam os agentes patológicos.

Picos é um dos seis municípios piauienses com rede de esgotamento sanitário. O índice de cobertura atual é de 31,62%, um dos maiores do Estado. Com as obras de ampliação da rede, também já concluídas pela prefeitura, esse índice vai aumentar para cerca de 65%, quando os moradores fizerem suas ligações à rede.

Vale lembrar que a Agespisa trata 100% do esgoto que é coletado na cidade, cuja capacidade é suficiente para realizar esse tratamento até 2035. E a natureza agradece porque as águas estão sendo devolvidas ao meio ambiente, ou seja, ao Rio Guaribas, devidamente tratadas.

A ampliação do sistema de tratamento de esgotos beneficia diretamente mais de 55 mil pessoas em Picos.

Ascom Agespisa

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também