ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Alteração nas vagas de estacionamentos de motos diverge opiniões

A melhora na mobilidade urbana do município de Picos tem sido um dos principais desafios a serem vencidos. Na última semana foi anunciada que uma nova ação será implantada no trânsito, a restrição do estacionamento de motocicletas em algumas ruas centrais da cidade.

Trânsito engarrafado na Rua São José – Centro de Picos – Foto: Paula Monize
Trânsito de Picos- Foto: Paula Monize

A notícia pegou os motoqueiros de surpresa que dizem estar cheios de dúvidas sobre a nova medida. Um deles é o professor Carlos Antônio Moura, que sempre utilizava a Avenida Getúlio Vargas para estacionar sua motocicleta. Ele ressalta que a transferência das vagas de estacionamento para as travessas terá de ser acompanhada de maior segurança, pois ele acredita que os furtos a veículos podem aumentar.

“Toda mudança que visa a melhora no trânsito é bem vinda. O que me preocupa é que as motos ficarão mais afastadas e se não houver segurança corremos o risco de termos nossos veículos furtados. Tudo isto tem de ser levado em consideração”, enfatizou o professor.

O vigilante Pedro Sousa também compartilha da opinião anterior e acrescenta que a mudança pode não favorecer os motoqueiros.

“Geralmente quem anda de moto, não fica por muito tempo no mesmo ponto, a menos que trabalhe nas proximidades. Em um lugar que cabem cinco motos é o mesmo espaço que se estaciona um carro. Então em vez de dividir carros e motos, será dado preferência apenas aos carros”, frisou o vigilante.

As opiniões se divergem. A acadêmica de Enfermagem, Maria de Fátima Rodrigues é favorável a mudança, e diz que pode transformar para melhor o trânsito no Centro de Picos, considerado caótico.

“Percebo que antes do trabalho de conscientização, as pessoas já começam a especular pontos negativos sobre a medida. Acredito que pode deixar as vagas de estacionamento mais organizadas, espaços específicos para cada veículo” pontuou a estudante.

Sobre o assunto, o Jornal O Povo entrevistou o secretário de Transportes, Trânsito e Mobilidade Urbana, Edilberto Cirilo, que esclareceu que antes da implantação haverá um trabalho de conscientização com os motoqueiros, estruturação dos locais utilizados para estacionamento de motos, bem como a capacitação de pessoal.

“A medida é uma determinação do Ministério Público que visa melhorar o trafego na cidade. As vagas serão organizadas e com o tempo as pessoas entenderão a medida, assim como foi a Zona Azul. Todo começo tem um processo de adaptação, mas nos empenharemos para que não haja transtornos”, ressaltou o secretário.

Com a nova medida, as motocicletas serão estacionadas nas travessas próximos às ruas São José, Santo Antônio, Antônio Rodrigues, Francisco Frota, Abílio Coelho, dentre outras vias. A determinação entrará em vigor assim que a nova sinalização for implantada.

 

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade