ad16
DestaquesEducação

Alunos da Uespi participam do Grito dos Excluídos

Uespi, concurso.
Fachada do campus da Uespi em Picos

Movidos pelo sentimento de angustia em decorrência da situação que vive a Universidade Estadual do Piauí na cidade de Picos – e em todo o estado – acadêmicos da instituição participaram, na manhã desta quarta-feira, do desfile de 7 de setembro. Os estudantes desfilaram no pelotão do Grito dos Excluídos.

“A nossa universidade está realmente excluída. Os políticos não têm mais nenhum compromisso, não temos sequer um local descente pra assistir aula. O estudante da Uespi hoje é excluído por não poder desfrutar de uma educação superior de qualidade”, explicou a estudante de Relações Públicas Maria Santana.

Para Mayara Ferreira, estudante de Comunicação Social – Jornalismo, os alunos da instituição são discriminados tão logo o nome da Uespi seja mencionado no currículo. “Eu venho aqui em nome de todos os estudantes reivindicar os nossos direitos. Temos o direito de estudar, ter uma sala de aula descente, ter o que a universidade tem que oferecer para que a sociedade possa nos respeitar”, frisou.

“Vemos a data da independência do país como uma data significativa, uma vez que temos a independência da Uespi como uma utopia. Estamos aqui pra mostrar que a Uespi está na luta, os estudantes estão lutando por uma universidade digna”, concluiu o acadêmico Rogério Leal.

Um Comentário

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade