ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesTodas as Notícias

Alunos e professores da Rede Estadual realizarão protesto nesta sexta-feira

Uma assembleia será realizada no Premen, e em seguida, caminhada pela ruas da cidade

Por Mateus Silva

Na manhã desta sexta-feira, 6, alunos e professores da Rede Estadual de Ensino realizarão uma manifestação reivindicando reajuste salarial e melhorias na educação pública. Segundo a presidente do Sinte Regional de Picos, Giselle Dantas, uma assembleia será realizada no Premen, e em seguida, caminhada pela Av. Nossa Senhora de Fátima até o quadro da feira livre.

“É uma atividade relacionada a greve, teremos uma assembleia no Premem e em seguida a caminhada pela Av. Nossa Senhora de Fátima até o quadro da feira. A nossa principal reivindicação é a questão do salário. O Governo não cumpre o reajuste da lei do piso desde o ano passado. Em 2018, tivemos uma greve para ele cumprir, que já é uma prática do Governo Estadual, não cumprir a lei federal do piso salarial, então fizemos uma greve e conseguimos nosso reajuste no ano de 2018. E em 2019, não tivemos greve, ficamos abertos ao diálogo e o governo não cumpriu com reajuste do piso”, comentou.

Presidente do Sinte Regional de Picos, Giselle Dantas – Foto: Mateus Silva

De acordo com Giselle Dantas, os professores e alunos querem uma educação pública de qualidade, para que as funções sejam desempenhadas da melhor forma possível.

“É a educação pública de qualidade, é isso que a gente pleiteia aqui pelo sindicato. Escolhemos trabalhar com educação, escolhemos a profissão de professor, a gente têm as nossas obrigações, mas o governo também tem que cumprir com a sua parte, que é da condições digna de trabalho e pagar o salário de acordo com o que determina a lei”, frisou.

Ainda de acordo com Giselle Dantas, no dia 10 de março, a caravana de Picos seguirá para dar apoio ao “Acampamento da Resistência”, em Teresina. No local, professores em educação básica do Piauí estão acampados em protesto ao não reajuste de 2019 e 2020.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade