ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Após um ano de investigações, suspeito de tráfico é solto pela Justiça menos de 48h após prisão

Samuel Coelho foi preso na noite da última sexta (21), em Oeiras, transportando cerca de 3Kg de cocaína e um ônibus que vinha de Brasília-DF.

Menos de 48 horas após a prisão do jovem Samuel Coelho, suspeito de tráfico de drogas, ele foi solto pela Justiça Piauiense. Após um longo período de investigações pela Delegacia de Homicídios, Tráfico de drogas e Latrocínio de Picos, ele foi flagrado transportando cerca de 3 quilos de cocaína em um ônibus.

Ele vinha em um ônibus de Brasília-DF com destino a Picos, mas a prisão aconteceu na cidade de Oeiras-PI, onde o mesmo ficou detido, junto a uma segunda pessoa que não teve seu nome identificado.

Relembre o caso: DHTL prende homem com droga avaliada em 60 mil reais que seria destinada a região de Picos

Delegado Agenor Lima Jr.

Segundo o delegado responsável pela DHTL, Agenor Lima Júnior, a equipe responsável pela operação policial se viu surpresa ao receber a informação de que o suspeito de tráfico seria posto em liberdade. Ele frisou que a investigação acerca de Samuel Coelho está sendo realizada há um ano.

“Ontem obtivemos, surpresos, a informação de que foi decidido, judicialmente, pela liberdade desse indivíduo mediante o uso de tornozeleira eletrônica. Acredito que, em breve, ele estará novamente em meio à população. Infelizmente, a equipe policial foi pega de surpresa, tendo em vista que é um indivíduo que ostenta informações por promover grande tráfico de drogas na região de Picos. Esta é a primeira vez que conseguimos obter êxito em uma operação policial em relação a ele. A gente vem com essa suspeita de tráfico de drogas por parte deste indivíduo há mais de um ano”, disse o delegado.

Agenor Lima Jr. relatou que o trabalho para captura do suspeito de tráfico aconteceu durante toda a semana e que, por mais que a quantidade não seja ‘grande’, promove um alto giro monetário no tráfico, pois o entorpecente apreendido é um dos mais caros no “mundo das drogas”.

“Vale ressaltar que embasamento legal para a prisão do suspeito. Foi uma semana árdua para conseguirmos êxito na prisão desses entorpecentes. Realizamos abordagens de rotinas nos ônibus em Oeiras, pois já tínhamos conhecimento do itinerário que ele utilizava. Na última segunda-feira abordamos outros ônibus em Simplício Mendes, já em busca dele, até que logramos êxito. Vale ressaltar que, por mais que tenham sido três tabletes, são tabletes de uma substância que é bastante cara no mundo das drogas”, destacou.

O delegado responsável pela investigação declarou que a pessoa que acompanhava o suspeito confirmou que ele realizava tráfico em Wall Ferraz e que a droga pertencia ao Samuel.

“Na sexta à noite obtivemos êxito ao localizar três tabletes contendo, supostamente, cocaína. O indivíduo que os portava chegava no terminal rodoviário de Oeiras quando foi abordado. Com a abordagem, confirmamos a suspeita da equipe policial que ele cometia tráfico de drogas. Um outro indivíduo que o acompanhava confirmou que a droga pertencia a ele [Samuel] e que havia informações na cidade de Wall Ferraz [de onde é natural e reside] que ele promovia tráfico. O delegado de plantão de Oeiras formalizou o auto de prisão em flagrante”, disse.

Mesmo com as frustrações na área profissional, com a ‘derrubada’ – pela Justiça – de toda uma operação minuciosa, Agenor declarou que a equipe continuará a realizar o trabalho para o qual foram designados com a DHTL: o combate ao tráfico de drogas. Ele disse estar temeroso, após a soltura do preso, que este continue a cometer o crime.

“Vamos continuar com nosso trabalho, apesar das frustrações que temos eventualmente. Continuaremos com todo zelo que já temos diariamente. Temos receio de que ele continue essa conduta criminosa ao ser posto em liberdade. A maior prejudicada é a população com seus filhos, familiares e parentes sendo corrompidos ao utilizarem esses tipos de entorpecentes e acabarem com suas vidas. Houve todo um esforço das polícias locais para que obtivéssemos êxito, mas vamos continuar nessa luta, em nosso trabalho incansável de combate ao tráfico de drogas”, declarou.

A operação contou – também – com o apoio da Polícia Civil de Oeiras e diretoria de inteligência.

Imagens: vídeo do Acervo Policial

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade