DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Área devastada por fogo em Picos era plantação de maconha, revela Polícia

Uma grande parte da área destruída pelo incêndio que atingiu o município de Picos era uma plantação de maconha, foi o que descobriu a Polícia Militar da região através do uso de um drone. De acordo com o coronel Edwaldo Viana, a Polícia usava o equipamento para ajudar o Corpo de Bombeiros a identificar os focos de incêndio quando foi surpreendida com um tiro na direção do drone.

Incêndio atinge área em Alto dos Canutos, povoado localizado na zona rual de Picos Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Picos
Incêndio atinge área em Alto dos Canutos, povoado localizado na zona rual de Picos Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Picos

“Começamos a investigar quando deram um tiro no drone. Como ele estava muito alto não acertaram, daí quando o fogo se alastrou e tomou conta da região o cheiro de maconha ficou muito forte e conseguimos identificar a plantação”, explicou o coronel.

Segundo ele, o local de difícil acesso fica localizado no meio do mato entre os municípios de Picos e Aroeiras do Itaim, próximo a comunidade de Alto dos Canutos, região mais atingida pelas chamas.  Uma campana de três dias foi feita no local na tentativa de identificar e prender algum envolvido com o plantio, mas ninguém retornou à região.

“A plantação foi toda queimada e ela era muito grande. Ninguém voltou e os pés que não queimaram foram cortados. A área foi toda isolada e entregamos todos os dados para a Polícia Civil que agora vai investigar como funcionava essa plantação”, pontuou o coronel.

hortyfrios_interno

Segundo ele, a suspeita é de que a maconha da região abastecia traficantes de todo o Sul do Estado.

Rayldo Pereira
CIdade Verde

LER MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também