ad16
GeralSaúdeTodas as Notícias

Atividade física regular na infância resulta em ganhos na vida adulta

Recentemente foi publicada uma pesquisa realizada na Finlândia que consistiu em acompanhar quase cinco mil crianças de nove, 12 e 15 anos até atingirem a idade entre 33 a 45. Elas relataram o que faziam, como atividades de lazer. Chegando na idade adulta os pesquisadores registraram o estado da saúde e, interessante, o estágio profissional atingido no trabalho.

Só homens foram acompanhados, pois as mulheres nessa idade adulta estavam em idade de engravidar, o que atrapalharia a pesquisa em relação aos ganhos no trabalho. Do ponto de vista estatístico a pesquisa foi validada em nível altamente significativo. Concluiu-se que essas atividades promoveram a saúde, como também a produtividade e consequentemente elevaram os lucros anuais no trabalho em 12% a 25% no período de 10 anos.

Atividade física durante a infância, como a natação, contribui para bons resultados na vida adulta (Foto: Getty Images)
Atividade física durante a infância, como a natação, contribui para bons resultados na vida adulta (Foto: Getty Images)

Seis benefícios que o exercício físico regular pode trazer para as crianças

A atividade física na infância levando a ganhos de saúde não é uma conclusão pioneira e deixou a constatação de que serão recompensados mais tarde na vida adulta, num trabalho com maior produtividade e rendimentos mais elevados.

Outras pesquisas parecidas mostraram o contrário, que a má saúde na adolescência teve um efeito substancial negativo sobre o ganho profissional na idade adulta. Constatou-se que apenas um terço dos jovens é suficientemente ativo e que atividade física na infância (por exemplo, a participação em competições desportivas) criou contatos que promoveram o desenvolvimento da carreira. Portanto, foi positivamente associada com ganhos na vida adulta.

A atividade física pode melhorar as habilidades não cognitivas, tais como trabalho em equipe, a sociabilidade, ou disciplina, que contribuem mais tarde nos mercados de trabalho. Ainda o indivíduo ativo fisicamente pode servir como um sinal para os empregadores de boa saúde, motivação, ambição e produtividade e, portanto, seja avaliado de forma positiva, o que explicaria a diferença salarial.

Crossfit para crianças: atividade pode ser prejudicial à saúde dos pequenos?

Como este estudo sugere, a consequência da atividade física na infância pode ser de grande valia. Se a atividade física na infância pode aumentar a produtividade do trabalho de um indivíduo, aumentando a participação em atividades físicas durante o curso da vida, pode constituir um importante objetivo a ser alcançado pelos menos favorecidos socialmente.

Devemos incentivar as crianças a serem fisicamente ativas, proporcionando possibilidades iguais, independentemente da sua origem social. As intervenções dirigidas a crianças e jovens com os mais baixos níveis de atividade física deve tornar-se um objetivo social importante. A compreensão do papel da atividade física em outras dimensões do desempenho do mercado de trabalho, como o desemprego e classificação ocupacional, poderia ajudar os menos favorecidos socialmente.

Globoesporte

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também