ad16
DestaquesGeminianoGeralMunicípios

Avó receberá salário para cuidar de criança que teve larvas no olho

[ad#336×280]A prefeitura de Geminiano vai disponibilizar um benefício de um salário mínimo (R$ 622) para que a avó do menino Leandro Francisco de Araújo, 2 anos, possa cuidar do neto. A mãe perdeu a guarda após a criança apresentar subnutrição e proliferação de larvas de moscas no olho esquerdo.

O secretário de Saúde do município, Manoel Borges, informou que nesta manhã esteve reunido com representantes do Ministério Público, com o Conselho Tutelar e com a avó do menino para traçar estratégias que garantam uma criação adequada.

“A promotora sugeriu o benefício e já estamos providenciando isso. Antes não era possível porque o pai de Leandro é aposentado, então a renda dele não permitia receber benefícios, mas agora que os pais perderam a guarda dá certo, já que a avó só tem como renda o Bolsa Família”, explicou o gestor.

Campanha de arrecadação

Leandro e a avó estão na casa do secretário desde que o menino teve alta do hospital, na última terça-feira (9). A prefeitura já alugou uma casa para os dois, mas a residência ainda não tem móveis. “Por isso nós estamos fazendo uma campanha para arrecadar doações. Estamos conseguindo muitas coisas. A previsão é que amanhã eles já possam se mudar para a nova casa”, disse Manoel Borges.

Albertina Araújo, avó de L.F.V - Foto: Reprodução/CidadeVerde
Albertina Araújo, avó de L.F.V – Foto: Reprodução/CidadeVerde

A prefeitura de Geminiano vai disponibilizar um benefício de um salário mínimo (R$ 622) para que a avó do menino Leandro Francisco de Araújo, 2 anos, possa cuidar do neto. A mãe perdeu a guarda após a criança apresentar subnutrição e proliferação de larvas de moscas no olho esquerdo.

O secretário de Saúde do município, Manoel Borges, informou que nesta manhã esteve reunido com representantes do Ministério Público, com o Conselho Tutelar e com a avó do menino para traçar estratégias que garantam uma criação adequada.

Entretanto, Leandro continuará sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar, e, segundo o gestor, caso a avó demonstre que não tem condições de cuidar do menino, ele irá para um orfanato e aguardará adoção.

Estado de saúde

De acordo com o pediatra José Vigílio, que acompanhou o caso, o quadro de saúde do garoto é estável, mas ele apresenta atrofia cerebral e requer cuidados especiais. Com relação aos olhos, os primeiros exames apontam que Leandro está com a visão normal, mas o menino passará por novos exames dentro de 20 dias para confirmar o laudo.

“No momento os olhos dele estão bastante inflamados, e o exame iria machucá-lo muito. Por isso, o oftalmologista decidiu aguardar alguns dias para fazer os exames”, destacou.

Manoel Borges acrescentou ainda que Leandro será examinado também por um dermatologista, pois algumas bolhas voltaram a aparecer na sua pele e podem dar origem a outras larvas.

Já a mãe da criança, Flaviana Maria de Araújo, 18 anos, receberá exames nesta segunda-feira (15), para saber se sofre de problemas psiquiátricos e se está grávida de seu terceiro filho.

Fonte: Cidadeverde.com

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Publicidade