ad16
Geral

Barragem Poço de Marruá baixa nível, mas garante abastecimento

Barragem de Marruá, em Patos
Barragem de Marruá, em Patos

Mesmo sem chover na região há praticamente um ano, a barragem Poço de Marruá, no município de Patos do Piauí, a 80 quilômetros de Picos, mantém em seu reservatório mais de 200 milhões de metros cúbicos de água e não há risco de desabastecimento nos municípios atendidos por sua adutora. O volume de água no local baixou cerca de 9 metros.

“Não há a menor possibilidade de a barragem secar”, garante o engenheiro Norbelino Lira de Carvalho, responsável pelo projeto de construção da obra. Segundo ele, a profundidade do lado no momento é de cerca de 42 metros. ”É água que não acaba mais”.

Inaugurada pelo governador Wilson Martins, em junho de 2010, o Poço de Marruá barra os rios Marçal e dos Porcos e garante a perenização do rio Itaim, que diariamente recebe 5 metros cúbicos de água liberados de seu reservatório.

Nos cálculos de Norbelino Lira de Carvalho, como a profundidade do lago chega a 48 metros, em cinco anos de invernos irregulares a barragem ainda terá pelo menos a metade de seu reservatório preservado, o que corresponde a cerca de 140 milhões de metros cúbicos de água, o que garante a continuidade do abastecimento dos municípios de Simões, Caridade, Jacobina, Patos e Curral Novo que, juntos, somam uma população de cerca de 20 mil pessoas. “Daqui para frente, o nível não deverá baixar mais de dois metros por ano de seca, já que o solo do lago vai passar a absorver menos água”, explica.

Com capacidade para acumular 293,4 milhões de metros cúbicos de água, a barragem possui uma bacia hidráulica superior a 1,8 mil hectares e um sangradouro de 200 metros de largura. Ao perenizar o rio Itaim, Poço de Marruá permite a irrigação de 5 mil hectares.

Fonte: Ccom

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.