ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Bebê abandonado em sacola recebe mais de 200 pedidos de adoção

[ad#336×280]O caso do bebê recém-nascido encontrado amordaçado e abandonado em sacolas plásticas comoveu a população do município de Picos, a 306 km de Teresina. Até esta quinta-feira (18), a mãe e/ou responsáveis pela criança ainda não foram identificados e segundo informações do Conselho Tutelar, mais de 200 pessoas já manifestaram o desejo em adotar o bebê.

Segundo o conselheiro tutelar de Picos, Josimar Lima da Silva, o recém-nascido passa bem e está sob cuidados de uma equipe médica do Hospital Regional Justino Luz e Conselho Tutelar do município.

“Ele chegou ao hospital com um quadro de desidratação, desnutrição e com o cordão umbilical ressecado, mas agora está bem. Estamos acompanhando o caso e a todo o momento, várias pessoas demonstram o desejo de adotar a criança. Mais de  200 pessoas já procuraram o Conselho Tutelar, porém somente a Justiça poderá decidir com quem ele vai ficar”, disse o conselheiro que já comunicou o caso ao juiz Geneci Benevides Ribeiro e ao promotor Leonardo Fonseca Rodrigues, da Vara da Infância e Juventude de Picos.

Local onde o bebê foi encontrado – Foto: Divulgação/Polícia Civil
Local onde o bebê foi encontrado – Foto: Divulgação/Polícia Civil

Ainda sem pistas sobre a mãe do bebê em hospitais públicos de Picos, o conselheiro tutelar acredita que o parto tenha sido realizado em casa e o recém-nascido abandonado no bairro Catavento, na manhã de ontem (17).

“Já andamos por todos os hospitais de Picos e nenhuma mulher deu entrada no período que acreditamos ter ocorrido o parto. Faltam apenas clínicas particulares, mas a suspeita é que ela tenha feito o parto em casa”, reitera.

O Delegado Regional de Picos, Antônio Madson, reforça que diligências efetivas deverão ocorrer a partir da próxima terça-feira (22) e que a mãe do bebê poderá responder por tentativa de homicídio.

“Ainda não sabemos se a mãe abandonou o bebê  com um quadro de depressão pós parto e assim que a encontrarmos, vamos solicitar um laudo médico. Somente com o resultado de exames, poderemos dizer se ela abandonou o filho conscientemente”, reitera Madson.

 Fonte: Cidade Verde

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade