ad16
CidadeTodas as Notícias

Beneficiários de programa habitacional são denunciados em Picos

Segundo a coordenadoria de Habitação de Picos, os casos de irregularidades no programa Minha Casa Minha Vida são muitos

A Coordenadoria Municipal de Habitação e Urbanismo de Picos, relatou que vem recebendo diversas denúncias a respeito de irregularidades cometidas por beneficiários do programa habitacional Minha Casa Minha Vida. De acordo com o órgão, todos os casos estão sendo averiguados para serem tomadas as devidas providências.

“A medida que a gente toma conhecimento de alguma casa fechada, casa cedida, invadida, averiguamos a veracidade da denúncia e encaminhamos relatório às entidades envolvidas no processo como é o caso da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, pois eles são os financiadores do projeto e são eles que ingressam com ação judicial. Todos os casos de fraude estão sendo resolvidos”, relatou Cláudia Mônica, coordenadora de Habitação e gestora do programa no município.

De acordo com a coordenadoria os casos de irregularidades são muitos, mas há uma equipe que fica responsável pela fiscalização para combater as fraudes nos residenciais Lousinho Monteiro, Morada Nova e Antonieta Araújo, que fazem parte do programa.

“Nós vamos até o residencial o qual recebemos a denúncia e fazemos nossa observação no local. Isso nos proporciona constatar qualquer irregularidade, além de nos municiar de recursos junto às forças judiciais. Não tenho número exato, mas são muitos casos de irregularidades os quais serão efetivamente corrigidos e aqueles envolvidos serão punidos, afastados”, revelou Cláudia Mônica.

Segundo a coordenadora, aqueles que cometem as fraudes podem ser submetidos a até 3 anos de detenção e também a perda do imóvel. Quando os beneficiados são afastados outro cadastro reserva é selecionado para ocupar a vaga.

As denúncias de irregularidades nos residenciais podem ser feitas através do número 9 9906-3198, ou na sede da Coordenadoria de Habitação, localizada na Avenida Airton Sena, em Picos.

Fonte: Josefa Jeovana/Viagora

Tags

Leia Também

Publicidade