ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesPrincipalTodas as Notícias

Calçadas irregulares dificultam acessibilidade de pedestres em Picos

Quem precisa deste espaço se arrisca caminhando na avenida.

As calçadas deveriam ser uma opção segura para o translado dos pedestres, porém muitas delas são usadas de outra forma, como estacionamentos ou ocupadas com resíduos, possuem matos, buracos, até mesmo degraus. No Centro de Picos, é possível encontrar lojas que ocupam quase toda a calçada. Assim, ao invés de transitar em segurança, a população se arrisca buscando espaço entre os veículos, correndo o risco de sofrer um acidente.

Calçadas sem acessibilidade. Foto: Edielson Teixeira Mota.

Como é o caso de José Neto, cadeirante de 50 anos, nascido e criado em Picos e que relata sofrer bastante com a falta de acessibilidade nas ruas da Capital do Mel. “Eu venho lá do Lousinho Monteiro para o centro, nas estradas ruins, as ruas são todas cheias de degraus, buracos e mato”, afirmou o senhor.

José Neto. Foto: Edielson Teixeira Mota.

Ele ainda nos disse que se tivesse condições melhores iria embora da cidade por falta de respeito com os portadores de necessidade física. “Eu ando arriscando a vida, os motoristas não nos respeitam, o pessoal passa tirando fino, não para nas faixas de pedestre e quando tem os acessos, os carros param na frente, é uma falta de respeito”, acrescentou José Neto.

Carros impedindo passagem ao acesso. Foto: Edielson Teixeira Mota.

Assim, é possível observar o quão grave é a situação para os cidadãos picoenses, principalmente os portadores de alguma necessidade, quando se trata de andar pelas principais ruas do centro da cidade. O grande fluxo de carros e motos juntamente com as calçadas cheias e mal cuidadas, dificultam ainda mais o direito de ir e vir dos pedestres.

Calçada alta com buraco. Foto: Edielson Teixeira Mota.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade