ad16
Destaques

Câmara Municipal de Picos aprova 18 requerimentos na sessão desta quinta-feira (11)

A maioria dos requerimentos foram encaminhados ao Poder Executivo Municipal e requeriam realização de obras e serviços em geral para os bairros e comunidades do município.

A Câmara Municipal de Picos aprovou 18 requerimentos na sessão plenária na tarde desta quinta-feira, 11. A maioria dos requerimentos foram encaminhados ao Poder Executivo Municipal e requeriam realização de obras e serviços em geral para os bairros e comunidades do município.
O Vereador Hugo Victor (MDB), líder da oposição na Câmara, comentou sobre o grande número de requerimentos que os vereadores vêm aprovando nesse início de ano, e disse que quem ganha com isso é a população picoense.

“Quando a gente tem uma renovação aí de quase 30% da câmara, quem chega, chega com vontade de apresentar serviço, de mostrar para que veio, de chegar pra comunidade que foi votado, eu estou lá lutando, eu estou lá cobrando. E quem ficou, quem renovou seu mandato, renova o compromisso com a cidade de Picos. Então a gente muda de gestão, saímos de uma gestão a qual nós éramos aliados até um certo momento, final da gestão viemos para a oposição e agora a gente tá cobrando mais. Mas quem ganha com isso, com esses requerimentos com esses projetos, é a população picoense, quanto mais o vereador trabalha, quanto mais o vereador do reivindica, quanto mais ele cobra com certeza, mais o poder executivo vai tá dando atenção e vai está resolvendo esses problemas com a comunidade” ressaltou.

O vereador Filomeno Portela, que é líder do governo na Câmara, também comentou sobre o grande número de requerimentos que os vereadores têm aprovado, e ressaltou que esse é o papel do vereador.

“É o nosso papel né. É o papel do vereador. Para mim, o principal é fiscalizar, e o segundo é legislar, e é legislando que a gente está aprovando requerimentos, projetos, criando leis e normas para gerir o município e a administração qualquer que seja. É bom que sejamos coesos em prol do objetivo. Qual? Promover sempre o bem comum da população” disse.

Além dos requerimentos, também foram aprovados três projetos de lei, um deles em segunda votação, e outros dois em primeira votação. Foram aprovados em primeira votação os seguintes projetos: projeto de lei que estabelece Igrejas e Templos de qualquer culto como atividade essencial no período de calamidade pública em Picos; projeto dispõe sobre a denominação da Rua Guarani I, localizada no bairro Canto da Várzea. Em segunda votação, foi aprovado o projeto de lei que trata sobre a criação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos animais de Picos.

A sessão foi presidida pelo presidente da Câmara Municipal de Picos, vereador Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha (PTB), e contou com a presença dos seguintes vereadores: Pedro Pio (PP); Toinho de Chicá (PP); Maté (PP); Filomeno Portela (PP); Eriberto Barros (PP); Gilson Nunes (PTB); Dalva Mocó (PTB); Hugo Victor (MDB); Rinaldinho (MDB); Afonsinho (MDB); Zé Luís (MDB); Valdívia Santos (PT); Wellington Dantas (PT) e Renato (PT).

.

.

AsCom

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade