ad16
Campo Grande do PiauíGeralMunicípiosSaúde

Campanha de vacinação inova e atrai crianças em Campo Grande

Campanha de vacinação em Campo Grande do Piauí - Foto: Evandro Alberto
Campanha de vacinação em Campo Grande do Piauí – Foto: Evandro Alberto

A campanha de vacinação contra a Poliomielite em Campo Grande do Piauí usou um método especial para diminuir o medo das crianças que precisam receber as gotinhas.

Nos postos de saúde da cidade foi preparada uma decoração especial no Dia “D” da campanha, 8 de junho, com direito a distribuição de brinquedos e presença de palhaços. Tudo fazer com que os pequenos se sentissem à vontade na hora de tomar a vacina.

Para o secretário Verenilson Manoel da Silva, secretário de Saúde, a iniciativa estimula a receptividade das crianças e diminui também a resistência dos pais às gotinhas – que são fundamentais para a proteção e desenvolvimento saudável das crianças.

“Estamos esperançosos em poder alcançar e até superar a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde”, pontuou o secretário.

Mímicos ao lado da primeira dama em posto ornamentado para chamar a atenção das crianças - Foto: Evandro Alberto
Mímicos ao lado da primeira dama em posto ornamentado para chamar a atenção das crianças – Foto: Evandro Alberto

O prefeito do município, Francisco José Bezerra, o Doutor Tico (PP), elogiou a inovação proposta pela secretaria.

“Essa é uma forma de fazer com que as mães entendam que aquele é um momento de saúde que pode até ser doloroso, mas o benefício é enorme”, disse.

A campanha segue até o dia 21 de junho. Até lá, os profissionais da Saúde de Campo Grande devem percorrer ainda a zona rural do município em busca de crianças que não foram levadas aos postos de saúde por seus responsáveis.

Verenilson Manoel da Silva, secretario de saúde de Campo Grande do Piauí - Foto: Evandro Alberto
Verenilson Manoel da Silva, secretario de saúde de Campo Grande do Piauí – Foto: Evandro Alberto

Poliomielite

A poliomielite, também chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma doença infecciosa viral aguda transmitida de pessoa a pessoa, principalmente pela via fecal-oral.

A doença pode causar paralisia infantil e, embora o último caso no Brasil tenha sido registrado há mais de duas décadas, o vírus ainda circula em algumas partes do mundo. Para evitar que ele volte a vitimar crianças no país, é importante manter a vacinação em dia.

Campanha de Vacinação em Campo Grande do Piauí - Foto: Evandro Alberto
Campanha de Vacinação em Campo Grande do Piauí – Foto: Evandro Alberto

 

Equipe de vacinação - Foto: Evandro Alberto
Equipe de vacinação – Foto: Evandro Alberto

 

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade