ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeral

Carteiros trabalharão nos fins de semana e feriados para entregar correspondência atrasada

Correios
Foto: Divulgação

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou nesta terça-feira (11) que todos os carteiros retornassem ao trabalho a partir da meia noite de quinta-feira (13). A greve, que durou 28 dias deixou mais de 180 milhões de correspondências acumuladas nas agências em todo o Brasil.

No Piauí, durante o período da greve, nove milhões de objetos postais deram entrada nas agências do estado. De acordo com a assessoria dos Correios, um mutirão administrativo possibilitou a entrega de sete milhões de correspondências e agora os carteiros devem entregar o saldo restante durante os finais de semana e os feriados. Ainda segundo a assessoria, em um prazo máximo de dez dias, a entrega das correspondências deverá ser normalizada.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos do Piauí (Sintect) Edvar Soares falou ao sobre o que foi determinado pelo TST. “Eles deram um aumento de 6,87% que deve ser pago retroativo ao mês de agosto e também um aumento linear de R$ 80,00 que será pago agora em outubro. Com relação aos descontos, nós vamos pagar sete dias descontados em folha e os outros 21 dias serão pagos com o nosso trabalho nos finais de semana e feriado”.

Os carteiros devem começar a entregar as correspondências atrasadas já neste final de semana. Segundo a assessoria dos Correios, a determinação é do TST e para os próximos sábados, domingos e feriados, os Correios devem fazer o comunicado da convocação 72 horas antes da data ao Sindicato.

Além dos 6,87% e do aumento linear de R$ 80,00, os trabalhadores também terão vale alimentação de R$ 25,00 em cada dia, vale cesta de R$ 120,00 e um vale extra que será pago em dezembro de R$ 563,50.

PortalAZ

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade