ad16
DestaquesPolícia

Casal que deu golpe em estudantes picoenses completa 10 meses foragidos da polícia

Keila Moreno e Fabiano Nunes
Keila Moreno e Fabiano Nunes

Há exatos 10 meses uma turma do curso de enfermagem descobria no dia da formatura que a empresa Styllos, que faria a grande festa, deixava de existir. O casal de empresários Keila Moreno e Fabiano Neves, está foragido desde o dia 17 de setembro e junto com eles, além da grande quantia em dinheiro, foram embora centenas de sonhos.

O casal fugiu levando a filha de Keila com três anos de idade. Sobram boatos sobre o paradeiro dos dois, Fortaleza, interior e até fora do Brasil. Os estudantes indignados cobram da polícia a resolução do caso. Para o delegado geral da Polícia Civil, James Guerra as cobranças deveriam se voltar para a justiça.

“O caso já poderia ter sido julgado e estaríamos um passo a frente, nossas investigações continuam, mas a justiça deveria julga-los paras que quando fossem pegos, fossem diretamente presos”, afirmou o delegado em entrevista.

Durante o Jornal do Piauí do dia 03 de janeiro o delegado informou que o inquérito foi concluído e que falta apenas o cumprimento ao mandado de prisão. De acordo com ele, os objetos que pertenciam a empresa também foram todos recolhidos.

Os estudantes, maiores vítimas deste caso continuam a procura de respostas. “Já se passaram 10 meses, a gente já se formou e praticamente “esqueceu” do dinheiro, que para mim nunca mais vai voltar. Ficamos com uma sensação de impunidade”, afirmou Andressa Figueiredo, estudante de Jornalismo e vítima do golpe da Styllos.

O caso já possui mandado de prisão expedido pelo 12º Distrito em janeiro e soma elementos necessários para que fosse julgado a revelia, mas segue ainda sem resposta há quase um ano.

Rayldo Pereira
[email protected]

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade