ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesGeralPolíciaTodas as Notícias

Caso Nondas: Empresária vai a júri popular hoje,17

O Tribunal Popular do Júri da 5ª Vara da Comarca de Picos julga nesta terça-feira (17) o processo que tem como réu a empresária Antônia Sousa de Andrade Rocha (Toinha), acusada de ser a mandante do assassinato do esposo, Epaminondas Coutinho Feitosa, o Nondas, como era conhecido.

A Sessão do Tribunal do Júri acontecerá no Fórum Senador Helvídio Nunes de Barros, em Picos, a partir das 9h30, e será presidida pela juíza titular, Dra. Nilcimar Rodrigues de Araújo Carvalho. Apontada como mandante, Antônia Andrade foi denunciada pelo Ministério Público pela prática de homicídio qualificado. Além do promotor, na acusação atuará também o advogado José Solano Feitosa. Na defesa, atuará o advogado Herval Ribeiro.

Réus que vão a júri popular - Foto: RiachaoNet
a

Relembre o caso
Epaminondas Coutinho Feitosa, de 34 anos, foi morto a tiros no dia 08 de junho de 2013, nas proximidades de sua residência, na Rua Zuza Lino, no centro da cidade de Picos.

O crime foi minuciosamente investigado pela Polícia Civil e no dia 04 de julho, menos de um mês depois, a dupla José Manoel dos Santos Matos, vulgo ‘Santinho’, de 33 anos, e Rinaldo José do Nascimento, vulgo ‘Teté’, de 21 anos, foram presos na Rua Bela Vista, Bairro São Vicente, em Picos, apontados como executores do crime.

Com a prisão da dupla, a polícia chegou até a empresária Antônia Sousa de Andrade Rocha, viúva da vítima, apontada como mandante do crime. Ela teria pago 10 mil reais pelo crime. Segundo apurou a polícia, um seguro de R$ 400 mil, do qual ela era beneficiária em caso da morte do marido, foi um dos motivos do crime. A empresária está presa desde o dia 05 de julho.

Além da viúva e os dois executores, uma quarta pessoa também está presa acusada de envolvimento. Tiago Ozorio, que foi capturado no Pará, no mês de setembro de 2013, é apontado como o agenciador.

Epaminondas era casado com a empresária, com quem tinha um filho. Além de empresário, ocupava o cargo de secretário da Junta de Serviço Militar no município de Massapê do Piauí. O crime chocou a população da cidade de Picos.

Fonte: CidadesnaNet

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade