ad16
GeralTodas as Notícias

Cerca de mil famílias melhoram a renda e a qualidade de vida em Picos

A Secretaria Municipal de Trabalho e Ação Social (SEMTAC) colocou Picos em destaque como o município piauiense que mais excluiu famílias do Programa Bolsa Família, do Governo Federal. Ao todo, 978 deixaram de receber o benefício que varia de R$ 77 a R$ 165 reais. As exclusões foram feitas durante a atualização cadastral, realizada a cada dois anos, que detectou que esses beneficiários tem agora uma renda superior à permitida pelo programa.

“Foi feito um trabalho nos bairros, onde buscamos localizar famílias que estavam em situação melhor e que nesse momento não estavam mais precisando do Bolsa Família. Algumas famílias foram excluídas, não porque eles não mereçam, mas é porque elas realmente melhoraram de vida e têm condições de sobreviver com o que os membros da família ganham. Vale lembrar que com a saída dessas famílias a gente está proporcionando que novas famílias, mais carentes, que realmente estão dentro do perfil exigido, possam ser beneficiadas com o Bolsa Família”, explicou a secretária de Trabalho e Ação Social, Glória Saunders.

Secretaria de Assistência Social, Gloria Saunders -Foto : Romário Mendes
Secretaria de Assistência Social, Gloria Saunders -Foto : Romário Mendes

Na avaliação da gestora, na prática, o resultado dessa atualização cadastral também serviu para mostrar que quase mil famílias da cidade de Picos melhoram a renda e a qualidade de vida nos últimos anos. “Isso foi possível porque os membros das famílias se empregaram o tiveram melhorias salarias. E com essa melhoria de vida elas não se encaixavam mais no programa de transferência de renda”, anotou a secretária.

A coordenadora do Bolsa Família na cidade de Picos, Duscleude Rêgo, informou que entre 16 e 17 mil famílias picoenses estão inseridas no cadastro único do programa social. Ele acrescentou que desse total, 09 mil famílias são beneficiárias do programa de transferência de renda do Governo Federal. Para Duscleude Rêgo, essa exclusão de 978 famílias do Bolsa Família significa que as mesmas tiveram uma ascensão no que diz respeito a melhoria na renda.

“Picos ficou em primeiro lugar no Piauí em relação as famílias que saíram do perfil do Bolsa e melhoraram de vida. A gente teve mais de 900 famílias que saíram da linha de extrema pobreza. E a partir do momento que a família melhora a renda a qualidade de vida dessa família melhora como um todo”, concluiu Duscleude Rêgo.

CCOM

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade