ad16
GeralTodas as Notícias

Chuvas ficam abaixo da média e PI tem 81 cidades em emergência

Pelo menos 81 cidades do Piauí tiveram decretos de emergência renovados pelo Ministério da Integração Nacional por conta da estiagem. Apesar do período chuvoso, muitos municípios ainda amargam com a irregularidade das chuvas. A situação é mais grave para as cidades localizadas no semiárido piauiense.

A gerente de Hidrometeorologia da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), Sônia Feitosa, alerta que, mesmo o Piauí tendo registrado fortes chuvas nos últimos dois meses, com ocorrências de enchentes em algumas regiões do estado, as chuvas que devem cair até o final de março não chegam a ultrapassar a média prevista para o período.

caprinos

A previsão também não é muito otimista para os próximos dois meses, quando, segundo a meteorologia, abril, por exemplo, as chuvas para todo o mês ficam na faixa de 270 mm, em maio 115 mm e em junho apenas 24 mm. “Essa redução nas chuvas já acontece de forma natural, mas dentro da faixa que é normal a previsão indica ainda que vai ser bem abaixo da média até o mês de junho”, disse.

Uma das consequências dessa insegurança hídrica no estado são as perdas nas plantações de soja, por exemplo, concentradas na região dos Cerrado Piauiense. Segundo associações e cooperativas que representam os produtores, as perdas chegam a até 60%.

Garantia-Safra

No Piauí, agricultores de 15 municípios irão receber o garantia-safra, que é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para agricultores familiares que se encontram em municípios sujeitos a perdas de safra devido à seca ou ao excesso de chuvas.

O aporte é formado pela contribuição do agricultor de R$ 17,00 (2% do valor do benefício), do município cadastrado de R$ 51,00 (6%), da participação do Estado com R$ 102,00 (12%) e da União com R$ 340,00 (40%).

G1 Piauí

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade