ad16
GeralMunicípiosPaulistanaPolícia

CIRETRAN de Paulistana vira caso de Polícia

Ciretran de Paulistana
Ciretran de Paulistana - Foto: Blog do Evangelista

O Governo do Estado do Piauí recebeu várias denuncias de irregularidades na Ciretran de Paulistana e determinou que fosse apuradas pela coordenação de polícia judiciária dentro do DETRAN . Dentre elas a cobrança de propinas.

O direção geral do DETRAN-PI (Departamento de Trânsito do Piauí) determinou fosse realizada uma intervenção no Município. Foi aberto um inquérito policial pelo Delegado JJ e um processo administrativo pelo interventor Leite Neto. A comissão de intervenção é composta por Leite e mais três auxiliares e no inquérito estão envolvidos três agentes da Polícia Civil e mais o Delegado, todos os sete vieram de Teresina para apurar as possíveis irregularidades.

O coordenador da Ciretran Francisco Pereira de Lima foi exonerado, ele ocupava o cargo há aproximadamente 10 anos.

D20 teve sua placa adulterada sem ter sido informado ao Detran
D20 teve sua placa adulterada sem ter sido informado ao Detran - Blog do Evangelista

O Delegado JJ falou que pessoas denunciaram que estavam sendo extorquidas para receber documentos anistiados de veículos. “O pessoal do projeto de anistia só recebiam quem pagava propina”, falou a autoridade policial JJ.

Um dos casos mais absurdos foi a de um idoso que estava sendo ouvido pelo Delegado no momento da reportagem do portal. A pessoa de idade já avançada, segundo JJ, teria sido enganado por um dos funcionários. O agente público teria prometido transferir seu veiculo do Estado de São Paulo para Paulistana – Piauí. O funcionário da Ciretran apenas mudou a tarja da placa que tinha uma cidade paulista para uma do Piauí e no sistema do Detran nada foi modificado e ainda cobrou um mil reais do dono da D20. Por isso o dono sempre procurava o documento do veículo que nunca chegava. Esse fato será uma das principais provas, afirmaram os policiais civis que participam das investigações.

No sistema consta que a placa é de São Paulo, mas na D20 está de Paulistana - Foto: Blog do Evangelista

 

A intervenção começou na ultima segunda-feira (05/03).  O inquérito vai durar 30 dias e o processo administrativo 15 dias.

O Delegado disse que as pessoas que teriam sido lesadas e que ainda não tenham recebido seu documento dos veículos que procurem a Ciretran de Paulistana.  JJ disse que agora a casa está sendo colocada em ordem e está de cara nova para atender o público.

O Delegado JJ em 2003 conseguiu através de inquérito expulsar no Estado do Piauí 40 funcionários do DETRAN que até hoje não conseguiram voltar as funções que ocupavam.

 

 Fonte: Blog do Evangelista

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade