ad16
GeralMunicípios

Conab já vendeu mais de 3, 4 milhões de quilos de milho no Piauí

Armazém da Conab – Foto: Reprodução/CCOM

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) já vendeu mais de 4,3 milhões de quilos de milho no Piauí, no período de maio a julho deste ano, beneficiando cerca de 2,5 mil criadores de municípios atingidos pela seca, principalmente na região do Semiárido, que vive um dos períodos mais secos da história.

O milho, cujo preço é subsidiado pelo Governo, custa entre R$ 0,330 e R$ 0,41, dependendo da quantidade, e também pode ser adquirido, além de Teresina, nas cidades de Picos, Parnaíba e Floriano.

Para quem compra até 3 toneladas, o quilo de milho sai a R$ 0,302, praticamente a metade do valor cobrado no comércio; para quem compra de 3 a 7 toneladas, o quilo custa R$ 0,35; e para quem quer adquirir de 7 a 14 toneladas, R$ 0,41.

A Conab considera hoje que todos os municípios do Piauí estão em situação de emergência por causa da seca e o milho pode ser adquirido por qualquer criador. O produto só é vendido através de agendamento prévio.

Segundo Pedro Vagner, assessor operacional da companhia em Teresina, o interessado deve apresentar na hora do agendamento o documento da propriedade e declarar a quantidade de animais que cria no local. De acordo com o número de animais, a própria Conab estabelece a cota a que o criador terá direito durante o período de um mês.

A venda de milho a preço subsidiado faz parte dos programas do Governo de auxílio às vítimas da seca no Piauí. Com o milho para usar na ração, o criador tem mais condições de manter seu rebanho sem necessidade de levar os animais para outras regiões, e até outros estados, em busca de alimento.

Fonte: CCOM

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade