ad16
GeralTodas as Notícias

Conferência abre programação do Setembro Amarelo

Campanha é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e a UFPI por meio do Programa de Educação Para o Trabalho em Saúde, o PET-Saúde/Inter-profissionalidade.

A abertura oficial da Campanha Setembro Amarelo aconteceu na noite de ontem, 10, às 19:20h, no auditório Fontes Ibiapina, na Universidade Federal do Piauí (UFPI). A Campanha é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e a UFPI por meio do Programa de Educação Para o Trabalho em Saúde, o PET-Saúde/Inter-profissionalidade.

Após a solenidade de abertura, iniciou a conferência que discutiu o tem “Quebrando silêncios: diferentes formas de falar”, que foi conduzida pelo Professor Mestre Renato Mendes do curso de Medicina, Professor Doutor Fernando Sergio do curso de Enfermagem e a Dra Karla Mesquita, médica do programa de Estratégia de Saúde da Família.

Mesa de honra da conferência- Foto: CCOM

Para a acadêmica Sabrina Barros, o evento deveria ter a presença de mais jovens, pois o tema é importante para as pessoas. Para ela, que já tentou cometer suicídio, a atenção e a presença próximo de uma pessoa que está passando por uma dor como essa é fundamental para que ela consiga enfrentar isso.

Sabrina Barros, participante da conferência

O Professor Mestre em psicologia, Renato Mendes explica que o tema sobre suicídio é um tabu, mesmo dentro da comunidade acadêmica, mas, mesmo no seio familiar é um assunto muito difícil de ser tocado e debatido pelos membros da família.

Participante do grupo de trabalho da UFPI e acadêmica de medicina, Illana Lessa avalia o evento como importante para que, principalmente, os estudantes para que conversem mais sobre isso. Ela espera que a campanha consiga quebrar esse estigma, pois as pessoas precisam cuidar mais da saúde mental.

A médica Karla Talita, avalia que é importante para os profissionais de saúde estejam preparadas para discutir esse tema do suicídio pra que consigam levar essas informações para a comunidade e que os casos recorrentes são, a cada dia, estão se tornando mais comuns.

Representando a a SMS no evento, o coordenador do Centro de Apoio Psicossocial – Álcool e Drogas, Eduardo Dantas avaliou a conferência como importante e no âmbito da campanha, o Caps AD II está de braços abertos para acolher essas pessoas que estão passando por esse tipo de problema.

Eduardo Dantas, coordenador do Caps AD II
Tags

Leia Também

Publicidade