ad16
AutoPECASonline24.pt
Geral

Confronto entre policiais e estudantes de Teresina é destaque nacional

Estudantes protestam contra o aumento da passagem de ônibus em Teresina
Estudantes protestam contra o aumento da passagem de ônibus em Teresina - Foto: Reprodução

A Polícia Militar do Piauí entrou em confronto com estudantes que realizavam uma manifestação e fechavam uma das principais avenidas de Teresina, a Frei Serafim, no final da tarde desta terça-feira (9). Segundo o comandante-geral da PM-PI, Rubens Pereira, 12 estudantes foram detidos e encaminhados para a Polícia Civil, mas até o final da tarde a ocorrência ainda não havia sido finalizada e não era possível saber o número total de detenções.

Muitos estudantes ficaram feridos após a ação da polícia, segundo Cássio Borges, do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal do Piauí, que representa os manifestantes. “A PM reprimiu violentamente os estudantes. Todas as formas de repressão foram usadas, inclusive balas de borracha, bombas de gás. Muitos estudantes estão feridos e outros foram presos”, disse ao G1, sem indicar números exatos.

Segundo o comandante Pereira, a polícia tentou negociar a retirada dos estudantes do local, e seguiu um procedimento padrão antes de usar a força. “Vínhamos negociando, pedimos, mas acabamos entrando em connfronto com o uso da força de choque. O confronto foi encessario, e infelizmente pode acontecer de pessoas ficarem feridas por conta do uso de bombas de gás lacrimogênio e balas de borracha”, disse.

Segundo ele, os estudantes têm feito manifestações obstruindo o centro de Teresina. “Eles fecham uma avenida importante, que dá acesso a centros de atendimentos de saúde de urgência e ao centro comercial. Por uma semana, vimos ambulâncias sem poder transitar na região, que tem muitos hospitais. O direito de manifestalção é legítimo, e queremos garantir esse direito, desde que nao interfira na ordem pública, mas eles nao estão entendendo isso”, disse o comandante. “Nosso exame é de que o uso da força foi gradual, progressivo e legítimo, necessário para restaurar a ordem pública.”

Após a ação da polícia, a manifestação se dispersou, liberando o trânsito no centro da cidade.

Manifestação por transporte público
Os protestos dos estudantes ocorre por causa de mudanças e aumento no sistema de transporte público da capital do Piauí. A manifestação já entra em sua segunda semana. “Nosso protesto é pela reestruturação do sistema de transportes de Teresina. Houve aumento das passagens e implantação de um sistema de integração incompleto, que ainda contempla pouco a população de Teresina”, disse Borges.

Segundo um comunicado divulgado pela prefeitura de Teresina no início do ano, o sistema de integração temporal foi colocado em funcionamento em parte da frota de transportes coletivos da cidade no dia 2 de janeiro. A novidade deveria oferecer uma economia de 25% nas despesas com o transporte para trabalhadores e estudantes. Essa é a grande vantagem do

Os estudantes alegam que o sistema estreou incompleto, e rejeitam o reajuste da passagem de ônibus municipal, que passou de R$ 1,90 para R$ 2,10.

G1

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade