ad16
GeralTodas as Notícias

Conselho Nacional da Juventude lança 2ª edição do programa Juventude Empreendedora

A capacitação gratuita, destinada a jovens de 17 a 29 anos de todo o Brasil, busca promover a geração de emprego e renda em tempos de pandemia.

O Conselho Nacional da Juventude (CONJUVE), em parceria com a Besouro Agência de Fomento Social e o Fórum da Juventude da CPLP, no Estado do Piauí parceria com a Coordenadoria da Juventude e Órgãos Municipais de Juventude, lançou a 2ª edição do programa Juventude Empreendedora.

O programa tem o objetivo de capacitar jovens entre 17 e 29 anos para se tornarem empreendedores. É dividido em 11 etapas que abordam finanças, comunicação online e off-line, gestão de pessoas, redes de relacionamentos, marketing e vendas.

Adaptado para o formato online – em função da pandemia do Coronavírus –, o programa gratuito, que já impactou mais de 10 mil pessoas em mais de 1.000 cidades de todos os Estados e no Distrito Federal, acontece entre os dias 24 e 28 de maio, das 18h às 22h, por meio do site http://www.juventudeempreendedora.com.

As inscrições poderão ser realizadas no mesmo site a partir do dia 27 de abril. “Queremos oferecer oportunidades concretas para a geração de emprego e renda entre jovens nestes tempos de pandemia. Com 19 milhões de brasileiros e brasileiras passando fome e com as diferentes formas de violação de direitos aos quais o nosso povo tem sido submetido, não podemos esperar por soluções ideais para um tempo futuro, a geração de renda precisa ser agora e por isso realizamos o Juventude Empreendedora”, afirma o presidente do CONJUVE, Marcus Barão.

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), realizada pelo IBGE, corroboram a gravidade da situação e apontam que a taxa de desemprego entre jovens ficou em 29,8% ao fim de 2020, mais que o dobro da taxa média entre a população geral. O que representa um aumento de 6 pontos percentuais em relação a 2019. É a maior taxa anual da série histórica, iniciada em 2012.

Esse contexto tem forte influência no processo de desenvolvimento da população jovem no Brasil, com impacto significativo na segurança alimentar, na evasão escolar e na vulnerabilidade juvenil aos efeitos da pandemia.

“Temos trabalhado em um pacote de medidas e ações de pressão junto ao poder público para mudar essa realidade, mas o Juventude Empreendedora é uma das respostas imediatas para jovens que não podem esperar por uma mudança de conjuntura. A metodologia foi aplicada em diversos países e em todas regiões do Brasil, de maneira bem-sucedida. Ela extremamente prática e voltada para a geração de renda imediata. É uma oportunidade e esperança para jovens em tempos difíceis”, completa o presidente do CONJUVE.

Para o Coordenador Estadual de Juventude Vicente Gomes, “essa é mais uma oportunidade de conhecimento e aperfeiçoamento de jovens empreendedores, é um caminho real de oportunidade no mercado de trabalho, onde a cada dia pode-se presenciar mais jovens criando seu próprio negócio em diversas áreas e utilizando especialmente as ferramentas nas redes sociais”.

Vicente Gomes ainda afirma que o curso está disponível a todos os jovens do estado, pois há também a parceria com os gestores municipais e entidade de juventude.
 
A Metodologia utilizada será a By Necessit, criada pela Besouro Agência de Fomento Social. A metodologia abordada no programa Juventude Empreendedora, trabalha o empreendedorismo a partir da vivência do aluno. O método aborda o modelo tradicional de planos de negócios, adaptando para a utilização de pequenos empreendedores, de forma a possibilitar sua execução em até cinco dias. 

Ascom

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade