ad16
Polícia

Correios entra na justiça para impedir instalação de portas giratórias

[ad#336×280]A agência dos Correios de Francisco Ayres, foi a 21ª a ser roubada em 2013. A ação criminosa aconteceu há apenas quatro dias após a diretoria regional da empresa instalar o serviço particular de segurança armada em 186 agências de todo o Piauí. A própria agência assaltada contava com um segurança. O roubo aconteceu na madrugada dessa terça-feira (5) e o valor levado pelos criminosos ainda não foi revelado.

Desde o início de 2012, bandidos já realizaram 133 assaltos e arrombamentos em agências dos Correios no Piauí. A instalação da segurança armada foi uma determinação do Ministério Público do Trabalho e deveria ter sido iniciada em 20 de janeiro passado.

A ação judicial obrigava os Correios a instalarem ainda circuito interno de TV, alarmes interligados com as delegacias das cidades e portas giratórias. Mas a diretoria regional da empresa recorreu ao TST e conseguiu uma liminar para cumprir as medidas apenas quando o processo transitar em julgado. Em algumas cidades as agências são tão precárias que sequer tem condições de receber portas giratórias.

Atualmente as cidades de Barras, Campo Largo do Piauí, Dom Expedito Lopes, Domingos Mourão, Matias Olímpio, Pio IX, São Félix do Piauí, São João da Varjota, São João do Arraial e São José do Peixe sequer possuem segurança armada. A agência de São Felix do Piauí foi a primeira a ser assaltada esta semana. Na maioria dessas cidades os Correios são a única alternativa que aposentados e pensionistas dispõem para receber seus benéficios e realizar transações bancárias.

Segundo Antonio Duarte, secretário geral do Sindicato dos Correios, a segurança armada não resolve o problema. “A empresa demorou 40 dias pra cumprir uma determinação judicial e ainda não atendeu todo o estado. Um guarda em cada agência ainda representa perigo para os trabalhadores”.

A diretora dos Correios no Piauí foi procurada para falar sobre as providências que estavam sendo tomadas. A assessoria informou apenas que a diretora estava em reunião e não poderia falar.

Portal AZ

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade