ad16
SaúdeTodas as Notícias

Crianças permanecem sem atendimento de urgência pelo Iaspi Saúde

Dependentes quando precisam de atendimento urgente para seus filhos procuram um hospital público ou pagam consultas particulares. 

Há pelo menos dois meses os setores de urgência dos hospitais pediátricos da rede particular de Teresina não estão atendendo através do Instituto da Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado (Iaspi Saúde). Servidores públicos reclamam ao Cidadeverde.com que o desconto em seus contracheques para o pagamento do plano de saúde é feito regularmente pelo governo do Estado, mas quando precisam de atendimento urgente para seus filhos procuram um hospital público ou pagam consultas particulares.

Uma dependente do Iaspi Saúde, que prefere não se identificar, tem três filhos. Um deles, de apenas sete meses de idade. O bebê ficou doente no último final de semana e não pode ser atendido na urgência pelo plano de saúde. “Continua do mesmo jeito e estou com meus três filhos desassistidos”, acrescenta a servidora pública, que prefere não ser identificada.

Na manhã desta quarta-feira (23) o Cidadeverde.com entrou em contato com os dois hospitais particulares de urgência pediátrica de Teresina, Prontomed Infantil e Hospital Unimed Ilhotas. As atendentes das unidades de saúde relataram que não atendem urgência pediátrica pelo Iaspi “há um bom tempo”.

Em dezembro do ano passado o Cidadeverde.com mostrou a reclamação de servidores sobre a falta de atendimento de urgência pediátrica pelo Iaspi.Um servidor precisou levar a filha de quatro anos para urgência, mas conseguiu atendimento apenas em um hospital público de Teresina.

A assessoria do Iaspi admitiu a falta de cobertura em atendimento de urgência pediátrica e  informou, no dia 17 de dezembro, que a expectativa era que naquela semana um novo acordo seria fechado com um hospital particular.

Hoje a reportagem tentou contato com diretora do Iaspi, Danielle Aita, que não atendeu as ligações. A assessoria de Comunicação do órgão informou, novamente, que “um acordo ainda está sendo fechado com um hospital”.

O Instituto diz, ainda, que está “ciente da necessidade” do atendimento e prometeu que o acordo deve ser feito “em breve”.

Cidade Verde

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Publicidade