ad16
DestaquesPolícia

Delegacia Virtual da Polícia Civil será ativada em dezembro

Delegacia virtual da Polícia Civil
Delegacia virtual da Polícia Civil – Foto: Ilustração

A partir de dezembro, a população piauiense passa a contar com o serviço de qualidade da Delegacia Virtual, que está sendo desenvolvida pela Comissão de Modernização da Polícia Judiciária (CMPJ) da Polícia Civil e a Agência de Tecnologia da Informação do Piauí (ATI).

Segundo Saulo Varão, perito criminal, especialista em computação forense e gerente de Tecnologia da Informação da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí, foi usada tecnologia de ponta para implantação do sistema. “Estamos utilizando as mais modernas técnicas de segurança da informação, a fim de garantir a autenticidade e integridade dos dados”, diz.

A Delegacia Virtual, segundo Saulo, vai proporcionar melhor atendimento e comodidade à sociedade, uma vez que qualquer cidadão piauiense pode registrar boletim de ocorrência para os casos de perdas de documentos e de objetos sem sair de casa. Para isso, basta acessar o site institucional da Polícia Civil. “Esta Delegacia Virtual terá uma equipe de plantão durante 24 horas para homologar os BOs”, diz o perito criminal, declarando que ao acessar o site, a pessoa preenche o formulário, faz um relato e envia a solicitação.

Feito esse procedimento, o plantonista recebe, analisa e homologa o BO, que pode ser apresentado em qualquer órgão público ou empresa privada. “Após a homologação, a pessoa recebe em seu E-mail um acesso para impressão do boletim. O órgão público ou empresa privada que receber esse tipo de BO, poderá verificar a autenticidade ao acessar a Delegacia Virtual e informar o número e o código que estará impresso no BO”, informa.

Em fase de desenvolvimento, o programa vai está disponível para todo o Piauí. Isso representa ganho para população, que não precisa mais se deslocar até uma delegacia e também vai otimizar o trabalho de agentes e escrivães nas atividades de investigação. “Hoje, 35% dos Boletins de Ocorrência registrados nos Distritos Policiais são de perdas de documentos e de objetos. Portanto, esse percentual terá atendimento rápido, seguro e eficiente”, explica.

Num primeiro momento, as delegacias continuam registrando os BOs para os casos de perdas de documentos e de objetos. Mas a tendência é, com o tempo, que esse tipo de ocorrência seja totalmente on-line. Para isso, os policiais civis já informaram ao público essa nova modalidade de serviço. “Mas é preciso deixarmos bem claro que esse registro on-line só é válido para perdas de documentos e de objetos. Qualquer outro tipo de ocorrência, como furto, a pessoa tem que ir pessoalmente à delegacia para fazer o registro”, diz Saulo.

Fonte: Portal da Clube

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade