ad16
GeralTodas as Notícias

Delegados de Picos participarão de manifestação contra condições precárias de trabalho

A falta de instrumentais de trabalho, efetivo defasado e as precárias condições salariais tem sido pauta recorrente dos policiais, delegados e demais servidores que atuam na Polícia Civil do Piauí. Em decorrência da situação que se encontra alarmante, o Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Piauí (Sindepol) promoverá no dia 07 de março um ato público, na Capital Teresina, reivindicando melhorias junto ao Governo do Estado.

A manifestação está prevista para ter início às 8h00 com  Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no auditório do Instituto Federal do Piauí (IFPI). Do local, os participantes seguem em passeata para o Palácio de Karnak, sede do governo estadual. Delegados da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Picos, participarão do ato. Atualmente a Delegacia conta com cinco delegados que chefiam os distritos policiais.

Durante o período anterior a manifestação, os delegados por orientação do Sindepol deixaram de conceder entrevistas à imprensa piauiense como sinal de repúdio ao sucateamento da Polícia Civil. A iniciativa segundo os delegados de Picos tem sido adotada para que o Estado reveja sua política de escassos investimentos para com o setor.

Realidade em Picos

A 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Picos, encontra-se com efetivo defasado para atender a demanda de mais de 10 municípios da região. Além disso, as viaturas disponíveis estão sucateadas e por alguns meses estiveram paradas por falta de combustível, prejudicando o desenvolvimento das investigações.

A realidade chega a ser ainda mais precária quando falta coletes de segurança, utilizados nas operações policiais. O espaço para abrigar os veículos apreendidos, localizado na Avenida Severo Eulálio, segue superlotado e estes passaram a ser colocados nas imediações da Delegacia, com acesso livre ao público.

Fonte: Folha Atual | Foto: Picos40Graus

LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também