ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Depois de quase 15 meses sumido e de campanha pelas redes sociais “Grilinho” é encontrado

A Internet tem um poder social incrível de mobilizar as pessoas. E quando esse poder é utilizado para o bem tem consequências mais incríveis ainda. Prova disso foi a campanha para tentar localizar o estudante Patrick Araújo Barbosa, 19 anos, mais conhecido por “Grilinho”. Ele tinha desaparecido da cidade de Picos (a 307 quilômetros de Teresina, no Sertão do estado) fazia quase 15 meses. “Grilinho” estava no estado de Sergipe e chegou nesta segunda à Picos. Está internado, pois foi encontrado em estado deplorável de saúde. Sua mãe diz que foi o melhor presente de Natal que ganhou na vida e mais que agradeceu a corrente de informações feitas pelas redes sociais e pela imprensa piauiense.

“Grilinho” tinha sido visto pela última vez em Picos no início de outubro de 2014. Segundo sua mãe, a zeladora Francisca Maria de Araújo, ele saiu de casa rumo ao bairro Junco. Naquele dia ele teria pego algumas roupas e dito que iria embora. Foi seguido pela mãe e desapareceu nas proximidades do campus antigo da UESPI – Universidade Estadual do Piauí.

content_GRILINHO-ACHADO-01

Ninguém tinha dado mais notícias do paradeiro do rapaz a não ser um breve contato que ele tinha feito com um amigo pelo Facebook.

No meio de dezembro foi feita uma campanha pelo próprio Facebook e por vários veículos de imprensa de Teresina e do restante de todo o Piauí, para tentar encontrar “Grilinho”. O resultado apareceu uma semana depois.

No dia 22 de dezembro ele foi encontrado em uma cidade do interior de Sergipe (a mais de mil quilômetros de Picos). Estava vivendo quase como mendigo, mas pessoas que utilizam as redes sociais reconheceram e avisaram à família. Sua mãe e amigos foram busca-lo.

Na madrugada desta segunda (28 de dezembro) o estudante chegou a Picos. Bastante debilitado e aparentando problemas mentais foi internado no Hospital Regional Justino Luz para tratamento. “Ele estava irreconhecível. Muito mais magro, cabeludo. Nem parece com o rapaz da foto. Mas estou muito feliz. Muito, muito, muito obrigado a todo mundo que ajudou. Deus pague todos vocês. Foi o melhor presente de Natal de minha vida”, disse, emocionada, dona Francisca Araújo.

“Grilinho” diz que quer voltar para casa e não quer ficar internado. Prometeu à família não mais sumir, já que o sumiço desses quase 15 meses foi o segundo em um espaço de dois anos. Na outra vez ele foi encontrado no Sul do Maranhão.

FONTE: O OLHO

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade