ad16
DestaquesPolíticaTodas as Notícias

Deputado quer criar dia para combater violência política contra mulheres no Piauí

O parlamentar pontua, ainda, que excluir as mulheres da política gera um elevado custo à democracia.

O deputado estadual Franzé Silva (PT) apresentou, na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), o Projeto de Lei (PL) 221/2021, que institui o dia 14 de março como Dia de Enfrentamento à Violência Política contra as Mulheres. A data foi escolhida em referência ao dia em que a vereadora Marielle Franco (PSOL/RJ) foi assassinada em 2018.

A violência política contra mulheres, de acordo com o Projeto, compreende atos físicos, ameaças ou intimidação psicológica e/ou discriminatória praticados com o objetivo de tirar a vida, agredir, ameaçar, ofender ou limitar ilegitimamente o pleno desenvolvimento e participação feminina na política.

Foto: Divulgação/ Ascom

“A violência tem sido usada para atingir objetivos específicos, tendo como alvos os grupos historicamente excluídos da política, entre os quais, em grande parte, as mulheres, intimidando-as, denegrindo-as e censurando-as, de modo a impedir ou interromper sua participação ativa e plena na política”, observa o deputado. 

O parlamentar pontua, ainda, que excluir as mulheres da política gera um elevado custo à democracia. Segundo ele, mulheres, embora sejam mais da metade da população brasileira, estão sub-representadas na política, sendo vítimas preferenciais de violências e agressões.

“Temos, por meio de várias matérias legislativas, buscado a proteção e fortalecimento da mulher na sociedade, na política, no empreendedorismo. O Dia de Enfretamento à Violência Política contra as Mulheres é uma forma de fomentar, mais profundamente, o debate no sentido da superação do problema”, ressalta Franzé.

Cidade Verde (Com informações da assessoria)

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade