ad16
DestaquesGeral

Coordenador financeiro do HRJL rebate denúncias sobre suspensão de cirurgias

[ad#336×280]O coordenador financeiro e administrativo do  Hospital Regional Justino Luz- HRJL em Picos, Roberto Moita rebateu denúncias sobre a suspensão de cirurgias naquele  hospital. Segundo a denúncia realizada pelo vereador Rinaldinho (PSB) as cirurgias haviam sido suspensas por falta de material ortopédico.

Sobre o assunto, Roberto Moita, frisou que ocasionalmente isto ocorre quando o número de cirurgias ultrapassa a quantidade de material disponível. “Ocasionalmente existe a falta de materiais ortopédicos em razão do processo licitatório, onde a gente tem um padrão de consumo mensal, e quando ultrapassa este consumo mensal vai haver a falta de material. No entanto, a nossa fila de espera é de no máximo 30 dias, enquanto que em Teresina chega a mais de 120 dias”, disse o coordenador  financeiro.

Hospital Regional Justino Luz
Hospital Regional Justino Luz

Outra fato denunciado é falta de profissionais anestesistas e de ortopedia, além de problemas  envolvem  segurança para os profissionais que manuseiam procedimentos de radiologia. Em relação ao fato  Roberto Moita ressaltou que a sala onde é realizado o procedimento de Raio X existe  equipamentos de segurança conforme as exigências da  lei. O que falta é realização do laudo em que demonstre  a real situação, para que este problema seja anulado.

Roberto Moita informou que no HRJL existem hoje oito ortopedistas, seis da respectiva casa de saúde e dois de outros hospitais que exercem funções variadas desde funções clínicas e puramente cirúrgicas. No entanto, este contingente é pequeno para a demanda do hospital que é alta. Além disto, há três anestesistas, onde um destes no momento exerce a função de prefeito, e no restante dos dias conta-se com a liberação de profissionais pela Cooperativa dos Anestesistas.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade