ad16
Polícia

Dona da Styllo’s inventou que esposo estava em coma para enganar cliente em Picos

Mensagem de Texto da empresária da Styllos eventos
Mensagem de Texto da empresária da Styllos eventos

Os dias passam e mais histórias envolvendo os proprietários da Styllo’s Eventos, Keila Moreno [foto ao lado] e Fabiano Nunes, surgem. O casal desapareceu de Teresina no sábado (16), levando consigo o dinheiro de vários estudantes. A empresa especializada em festas de formatura era uma das mais conceituadas do mercado piauiense.

A nutricionista Laíla Alencar tenta, desde julho, receber R$ 218 que a empresa lhe deve. O valor é referente à solenidade de colação de grau da turma de Nutrição da Universidade Federal de Picos (Ufpi). “O contrato que assinamos com a Styllo’s incluía a colação, mas a universidade bancou esse evento. Então a empresa concordou em devolver o dinheiro para quem não ia participar do baile de formatura”, explica a jovem.

A empresa deveria ressarcir o dinheiro em até 60 dias. Devido à falta de contato, Laíla Alencar passou a ligar para o empresário Fabiano Nunes. Contudo, nenhuma chamada era atendida. “Aí eu resolvi mandar uma mensagem explicando o que queria falar com ele”, relata.

A negociação entre as partes aconteceu via mensagem de texto. A Styllo’s, porém, descumpriu todos os prazos. Ao tentar novo contato, no dia 14/09, Laíla Alencar recebe uma resposta assinada por Keila, esposa de Fabiano: “Laila, Fabiano sofreu um acidente e ta em coma desde segunda, na estrada de Picos mas irei na Styllos hj para resolver. Keila”. [imagem abaixo]

 

Mensagem de texto enganando a estudante de Picos
Mensagem de texto enganando a estudante de Picos

Quando ela disse que o Fabiano estava no hospital, em coma, enviei uma mensagem pedindo desculpa”, conta a nutricionista. A jovem só percebeu que foi enganada no sábado, dia 16 de setembro, quando a imprensa divulgou o sumiço do casal. “Até saber do desaparecimento deles eu tinha esperança de receber meu dinheiro, mas depois disso…”, resigna-se Laíla Alencar.

O caso é investigado pelo 12º Distrito Policial de Teresina. O delegado Ademar Canabrava informa que mais de 300 Boletins de Ocorrência contra a Styllos’s já foram registrados. Keila e Fabiano devem responder na Justiça pelo crime de estelionato.

PortalAZ

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade