ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Dr. Agrimar Rodrigues se destaca na concorrência ao Quinto Constitucional do TJ-PI

O advogado acredita que toda a sua história e experiência tem sido um forte ponto para ter a empatia dos advogados piauienses.

O advogado picoense Agrimar Rodrigues tem sido um dos maiores nomes na disputa de uma cadeira no Quinto Constitucional do Tribunal de Justiça do Piauí. Com longa carreira e experiência em diversas áreas da profissão, ele aposta forte na escolha de seu nome.

“Andei de norte a sul do estado, de Parnaíba a Corrente, e a leitura que faço da postura e entendimento dos advogados é que devemos ter um representante que tenha histórico de advocacia intensa, de preferência exclusiva, que é o meu caso. Tenho 29 anos de advocacia e nunca exerci nenhuma outra atividade, seja profissional ou comercial. Sempre exerci a advocacia. Além disso, possuo histórico de luta de classes, exercendo ou não cargos na Ordem dos Advogados do Brasil”, disse o candidato a desembargador do TJ-PI.

Agrimar Rodrigues possui vasto diálogo não apenas com os profissionais da subsecção de Picos, mas até mesmo do país, visto que já exerceu funções dentro da Ordem tanto a nível local, quanto estadual e nacional:

– De 2010 a 2012 já foi presidente da OAB subsecção de Picos;
– Já foi Conselheiro Seccional da OAB do Piauí;
– Integrou comissões seccionais como a de ‘Estudos Inconstitucionais’;
– Juiz do Tribunal Regional Eleitoral pelo período de 4 anos;
– Atual presidente da Comissão de Relacionamento com o Judiciário de outras Instituições, na subsecção da OAB-Picos; e
– Secretário da anterior comissão a nível de Estado – OAB-PI.

O advogado acredita que toda a sua história e experiência tem sido um forte ponto para ter a empatia dos advogados piauienses, especialmente os do interior, visto que ele tem conhecimento dos mesmos problemas que envolvem a classe fora da capital piauiense.

“O meu próprio histórico revela, aos advogados, predicados com condições de representar bem a advocacia, eu sendo eleito Desembargador do TJ-PI. Isso é o que tenho percebido a partir das conversas com eles. A advocacia se expandiu muito. Embora a capital tenha o maior número de advogados, o interior chega a quase 40% da advocacia piauiense. Ser do interior tem facilitado na conversa com os profissionais do interior do PI, com o perfil de ser aquele advogado do interior que sofre as mesmas agruras que a maioria dos advogados do estado sofrem”, destacou.

A campanha para o Quinto Constitucional foi deflagrada na última sexta-feira (24) e a eleição acontece no dia 30 de outubro. Após escolha – por meio de votação – dos 12 advogados a disputarem a vaga, a OAB-PI forma a lista sêxtupla, que é enviada ao TJ-PI para que se forme a tríplice e esta é entregue ao Governador Wellington Dias que pode, até no mesmo dia, anunciar o próximo desembargador do Estado.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade