ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesPolíticaTodas as Notícias

Dr. Júnior Santos confirma união do grupo em torno da pré-candidatura de Araujinho

O gestor da saúde confirmou que Araujinho será mesmo o candidato apoiado pelo prefeito Padre Walmir Lima (PT).

O secretário municipal de Saúde de Picos, Waldemar Santos Júnior, o Dr Júnior, confirmou nesta terça-feira (28) a união de todo o grupo governista em torno da pré-candidatura do empresário Francisco da Costa Araújo Filho, o Araujinho (PT).  O gestor da saúde confirmou que Araujinho será mesmo o candidato apoiado pelo prefeito Padre Walmir Lima (PT).

Júnior Santos lembrou que o governador tem papel importante na sucessão municipal e que as decisões devem ser amadurecidas através do diálogo. “O que a gente previa está se confirmando, com o apoio do governador, dos nossos parlamentares, tudo está se encaminhando para o nome de consenso”, disse.

Secretário de Saúde, Dr. Júnior Santos – Foto: Romário Mendes

O secretário confirmou que atualmente o empresário Araujinho é consenso no grupo governista picoense e conta com apoio inclusive do prefeito Padre Walmir Lima para sucedê-lo na disputa pelo Palácio Coelho Rodrigues.

Araujinho tem intensificado sua agenda de visitas às comunidades, ouvindo a população e também tem estreitado às conversas com as lideranças no sentido de construir um projeto de desenvolvimento que atenda as necessidades e os anseios dos picoenses.

Candidatura

Júnior Santos descartou a possibilidade de disputar cargos eletivos no processe eleitoral de outubro e disse que vai trabalhar para ajudar eleger os candidatos governistas.

Fim das coligações

O secretário acredita que as lideranças que compõem a base governista devem se agrupar em apenas três partidos e com isso eleger o maior número de vereadores.

O grupo do deputado Pablo Santos conta atualmente com dois vereadores que devem disputar a reeleição, Valdívia Santos (PRP) e Renato Ibiapino (PRP) e pretende lançar a candidatura da ex-vereadora de Picos atual secretária de Educação de Bocaina, Fátima Sá. Mas segundo Júnior Santos, ainda não foi definido o partido no qual os três se juntarão para disputar as eleições de outubro.

Partidos

Motivado pela legislação que acabou com as coligações proporcionais, tudo indica que até o fim do prazo para as filiações, os prováveis candidatos a vereador da base governista devem se acomodar nas siglas PT, MDB e PCdoB.

Fonte: Ascom

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade