ad16
BocainaGeralMunicípiosTodas as Notícias

Duas barragens no PI sangram, mas média de açudes segue inferior a 40%

[ad#336×280]As barragens de Ingazeiras, em Paulistana, e Caldeirão, em Piripiri, são as únicas do Piauí sob administração do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs) que já sangraram no Piauí. Apesar do bom sinal, a média de água nos reservatórios do estado segue abaixo dos 40%, menos de 10% acima do índice divulgado no dia 2 de fevereiro, quando o acúmulo chegava a 30%.

“Esse resultado é fruto de um período chuvoso muito irregular em nosso estado. Ali na região de Picos, o Ingazeira sangrou e de Bocaina pegou muita água, recebeu 10 milhões de metros cúbicos de água nas últimas duas semanas. O de Poço de Marruá, a segunda maior barragem do estado, pode sangrar a qualquer momento”, relatou.

Barragem de Bocaina recebeu 10 milhões de metros cúbicos de água em duas semanas (Foto: Gil Oliveira/ G1)
Barragem de Bocaina recebeu 10 milhões de metros cúbicos de água em duas semanas (Foto: Gil Oliveira/ G1)

Ao mesmo tempo, conta o gestor, em outras regiões os açudes continuam com índices muito baixos. “A barragem de Petrônio Portela, em São Raimundo Nonato, está com apenas 20%, a de Piaus, em São Julião, está com 14%, a de Barreiras, em Fronteiras, acumula 11,64%”.

O reservatório do Açude Ingazeiras fica localizado bacia hidrográfica do Rio Canindé/Piaui e tem capacidade para armazenar 25 milhões de metros cúbicos.
Ingazeira: O reservatório do Açude Ingazeiras fica localizado bacia hidrográfica do Rio Canindé/Piaui e tem capacidade para armazenar 25 milhões de metros cúbicos.

Apesar das diferenças nos volumes dos reservatórios, José Carvalho afirma que este já um período chuvoso melhor do que o de 2013. “Temos um inverno melhor do que o do ano passado, mas muito diferenciado por região. A chuva que tem caído tem garantido a atividade econômica da maioria das regiões e vai garantir o abastecimento humano por todo este ano de 2014. Esse é um ponto a se comemorar. Com mais precipitações, garantiremos a perenidade de muitos rios no Piauí”, finalizou.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade