ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
CulturaDestaquesTodas as Notícias

É amanhã! Tributo “Legião Urbana- 20 anos sem Renato”

Para os amantes da boa música, a cidade de Picos será palco nesta terça-feira,11, de um dos grandes eventos musicais, o Tributo “Legião Urbana- 20 anos sem Renato”. O tributo é uma homenagem a uma das maiores bandas de rock brasileiras, a Legião Urbana, que fizeram a cabeça dos jovens na década de 80. O evento tem início a partir das 21h00 no Empório Beer, localizado na Praça de Alimentação, Centro de Picos.

Foto: Divulgação do evento
Foto: Divulgação do evento

O Tributo “Legião Urbana- 20 anos sem Renato” será interpretado pelo artista Cirilo Vaz que cantará os grandes sucessos que marcaram época na voz de Renato Russo. O público presente vai poder conferir Que País é Este, Eu Sei, Angra dos Reis, Tempo Perdido, Índios, Metrópole e Quase Sem Querer, dentre outros sucessos que refletiram e provocaram questionamentos acerca da situação social do país. As grandes canções de Renato e Legião Urbana romperam paradigmas, e nos dias atuais ainda espelham a realidade.

Segundo Cirilo Vaz, a expectativa é surpreender o público. “Fizemos vários ensaios, tudo preparado com muita dedicação e carinho ao nosso público, e também para fazermos uma homenagem a altura do que foi Renato Russo e da banda Legião Urbana”, disse.

cirilovazPerfil

Cirillo Vaz, ou simplesmente Vaz, nasceu na década de 80 na cidade de José de Freitas-PI, onde passou maior parte da sua vida. Músico, compositor e instrumentista nato, aprendeu tocar teclado aos oito anos de idade sem ao menos saber o nome das notas e acordes.

 Em 2003 fundou e liderou juntamente com um amigo a extinta “Plano de Emergência”, uma das bandas precursoras do movimento pop rock alternativo da cidade, banda esta que o expôs ao público freitense e já tinha conquistado o carinho do mesmo. Tempos depois, o cantor deixou a banda em 2008, e por não encontrar vocalista para substituí-lo, foi dada como extinta em 2009.

Cirilo Vaz participou de festivais como Chapadão (2007) e Boca da Noite (2012) em Teresina. Mudou-se para Picos em 2010. Já participou de algumas bandas locais: Metraton e Monalisa. Atualmente faz parte da banda À Lanterna desde agosto de 2013. A banda está prestes a lançar um CD demonstrativo autoral e foi classificada para se apresentar em Floriano-PI pelo projeto “Boca da Noite” da Secretaria de Cultura de Teresina-PI.

Possui em média de 30 composições ainda não gravadas. Também recebeu o convite para participar do recém-lançado filme “O Diário de Enoe” do cineasta picoense Douglas Nunes. Cirillo Vaz fez o papel de um padre. E por compartilhar do amor pelos animais se tornou membro da APAPI procurando colaborar como pode pela causa e sempre divulgar o trabalho da ONG nas suas apresentações.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade