ad16
GeralTodas as Notícias

Eleitores do Piauí usam redes sociais para oferecer votos por até R$ 300

O comércio virtual ganhou mais uma modalidade com a chegada do período eleitoral: a oferta de votos pela internet. Eleitores estão usando as redes sociais para oferecer votos até de forma coletiva. No facebook é possível achar votos à venda por preços que variam entre R$ 50 e R$ 300.

Internautas utilizavam as redes sociais como canal para venda de votos - Foto: Reprodução/ Cidade Verde
Internautas utilizavam as redes sociais como canal para venda de votos – Foto: Reprodução/ Cidade Verde

Alguns usuários oferecem, além do seu, votos de outras pessoas e pedem que os interessados entrem em contato por inbox, uma forma mais reservada de se comunicar dentro da rede social. Outros, disponibilizam números de telefone para contatos via WhatsApp ou por meio de ligação telefônica.

5

Para a justiça eleitoral solicitar dinheiro para si ou para outro em troca de votos é crime. E apenas um voto vendido ou comprado já configura a ilegalidade. O candidato que for pego comprando votos é passível de multa, pode perder o registro da candidatura e ficar inelegível para disputas futuras.

vlcsnap-2014-10-03-19h32m17s90

O presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB/PI, Fábio Viana, explica que o eleitor que vende o voto também pode ser condenado. “A pena pode chegar até quatro anos de prisão”.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE/PI), Edvaldo Moura, disse que é compra e venda de votos é inadmissível. “Na atual realidade, é inadmissível que alguém ainda troque, venda ou permute votos em troca de algo. Voto não é mercadoria”.

FONTE: Cidade Verde

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Publicidade