ad16
Geral

Eletrobras inicia obras para regularização de 689 famílias em Paulistana

Eletrobras Piauí
Eletrobras Piauí

A Eletrobras Distribuição Piauí já iniciou as obras de regularização de instalações elétricas em 689 residências de Paulistana, município a 452 quilômetros ao sudeste de Teresina. As famílias beneficiadas moram nos bairros de Lagoa, Triângulo, Alto Vistoso, Cohab, São Francisco e Centro.

O Programa de Regularização de Unidades Consumidoras é uma das ações da concessionária para reduzir as perdas e garantir a segurança e a qualidade da energia fornecida. Atualmente, de toda a energia disponível no sistema elétrico da Eletrobras Distribuição Piauí, ao ano, 33,11% não são faturados. Deste percentual, 21,9% são de perdas não-técnicas, ou seja, decorrentes de desvio, fraude e/ou furto.

A Regularização consiste em adequar aos padrões Eletrobras as instalações elétricas das unidades consumidoras urbanas que recebem energia de forma irregular, a exemplo das 689 famílias moradoras das localidades paulistanenses beneficiadas.

“As chamadas ‘gambiarras’ representam prejuízos materiais para os consumidores e para a empresa, além de ser grande risco à vida das pessoas. Essas ligações são feitas fora dos padrões de segurança e com materiais inadequados, o que aumenta a probabilidade de acidentes”, alerta o Líder de Processo de Construção de Rede, engenheiro Deusdedith Pacheco.

A novidade do Programa de Regularização, neste ano, é que todos os cabos utilizados na rede de baixa tensão são isolados, ou seja, condutores revestidos que diminuem, significativamente, a possibilidade de suspensão do fornecimento de energia provocada por contato de árvores na rede e dos fios entre si.

Em 2012/2013, a Eletrobras Distribuição Piauí investirá R$ 33,8 milhões para beneficiar 30.840 consumidores no estado.  Para deixar as instalações elétricas dentro dos padrões da concessionária, será necessário fincará 17.959 postes (de média e baixa tensão), instalar 308 transformadores de distribuição e construir 678 quilômetros de rede de média e baixa tensão.

De 2007 a 2011, com financiamento da Eletrobras holding e contrapartida da própria distribuidora, a concessionária piauiense de energia investiu R$ 14,5 milhões para regularizar 18.242 unidades consumidoras.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade