ad16
DestaquesTodas as Notícias

Hugo Victor cobra reabertura da Policlínica de Picos

Com repasses atrasados por parte do governo do estado e com os salários dos profissionais atrasados a estrutura foi fechada no final do ano passado.

O Presidente da Câmara Municipal de Picos, vereador Hugo Victor (MDB), subiu a tribuna na sessão ordinária desta quinta-feira (21/02) para defender a reabertura do Centro de Assistência Médica de Picos (CAMPI), mais conhecido na região como Policlínica. Com repasses atrasados por parte do governo do estado e com os salários dos profissionais atrasados a estrutura foi fechada no final do ano passado.

Hugo Victor destacou, em seu discurso, que já há alguns anos a Policlínica vinha prestando um excelente serviço nas mais diferentes áreas de consultas especializadas atendendo pacientes de Picos e dezenas de municípios da região. “É com muita tristeza que no final do ano, infelizmente, foi comunicada que ia fechar as portas, mas ia mudar de local, ia ser municipalizada e nós já vamos para três meses”, lamentou.

Vereador Hugo Victor – Foto: Luciana Santos

A Policlínica atende a nove especialidades nas áreas de cardiologia, ortopedia, ginecologia, neurologia, mastologia, cirurgia geral, otorrinolaringologia, psiquiatria e reumatologia.

O emedebista conclamou a classe política picoense a se unir em defesa da reabertura do centro de saúde que já realizou mais de 20 mil consultas médicas especializadas para a população que vive em condições de alta vulnerabilidade social e que depende do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Quero chamar os colegas vereadores que juntos a gente lute por esta bandeira, a bandeira da Saúde Municipal”, disse.

O presidente da Câmara municipal de Picos disse que é inaceitável que a população da região do Território do Vale do Guaribas, especialmente a mais carente, seja prejudicada com o fim da oferta de consultas e exames especializados de forma gratuita.

“Não podemos aceitar que Picos perca uma instituição daquela grandeza, que a macrorregião de Picos deixe de ter atendimento especializado, que as pessoas que precisam de um neurologista, de um cardiologista, tenham que se dirigir a Teresina”, acrescentou.

Fonte: Ascom 

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade